Imagem reprodução instagram

O cantor gospel Irmão Lázaro, neste período de campanha tem se tornado mais uma vitima de preconceito religioso. Desta vez, seria da alta cúpula do PT, o ex-governador petista Jaques Wagner.

Segundo indica as pesquisas, o cantor gospel Irmão Lázaro tem crescido nas  intenções de votos ao Senado. E isso tem exposto o preconceito e tirado o sono de muitos políticos graúdos na Bahia. Embora haja  repúdio à intolerância religiosa, entre os intolerantes , está o ex-governador petista Jaques Wagner, que disputa vaga no Senado. Isto seria porque na  última pesquisa divulgada  pelo Instituto IBOPE, Irmão Lázaro aparece em segundo lugar.




De acordo com a reportagem do O jornal Tribuna da Bahia, e reproduzida pelo Jm Notícias Jacques Wagner foi taxativo. Ele disse que a Bahia não pode permitir que um candidato evangélico. Que ainda  faz campanha para Jair Bolsonaro, possa ocupar a segunda vaga a que o Estado tem direito no Senado. “A Bahia não merece isso”, frisou o ex-governador petista.

+ Vazou áudio da discussão entre pastor Abílio Santana que pode ter gerado o acidente

O presidente do PSC/Bahia, Heber Santana, se manifestou  indignado com a declaração de Jaques Wagner. Ele afirmou que o segmento evangélico merece respeito, e que “é Wagner que não merece votos dos evangélicos”. O presidente do PSC/Bahia destacou ainda que “precisamos no Senado é de pessoas honestas e de conduta sem máculas, como Lázaro”.



+ Cantor gospel Samuel Mariano Já usou da pregação para executar vingança.

O ex governador se manifestou de forma intolerante e cheio de preconceito contra a religião cristã. Jacques Wagner não atacou somente o Irmão Lázaro, mas, milhares de católicos e evangélicos que é maioria no país.

O cantor gospel Irmão Lázaro, foi o terceiro Deputado Federal mais bem votado da Bahia na última eleição. E seu  crescimento em ritmo acelerado, podendo ser o mais votado no Estado ao senado.




Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.