Joelma ex-Calipso fala das agessões
Joelma ex-Calipso

A evangélica Joelma, cantora e ex-Calipso, foi detalhista ao falar das agressões no relacionamento traumático com o ex-marido e ex-parceiro na Banda Calypso. As  declarações sobre  Cledivan Almeida Farias, conhecido como Chimbinha foi em entrevista à revista ‘Marie Claire’. Publicação desta terça-feira (6).

A evangélica ex-Calipso Joelma, contou que as agressões começaram logo após de dois anos de relacionamento com ex-marido Chimbinha.

“Não sei te dizer nem porquê aquilo aconteceu. Na mesma hora falei que não queria mais. Me tranquei num quarto de hotel em Belém e fiquei três dias sem sair. Eu estava com medo e teria muita vergonha se vissem meu rosto coberto por hematomas.”




Suicídio: Cantora gospel decidiu se enforcar e por fim a própria vida

Segundo a evangélica, Chimbinha praticava agressões quando fazia uso  de álcool, e também quando estava motivado por ciúme da profissão.

“Ele reclamava que profissionalmente me respeitavam mais do que ele. Isso o deixava irado.”

Joelma foi questionada o que a fez seguir com o relacionamento ainda por tempos, a ex-Calipso  disse que acreditou que ele “nunca mais faria aquilo”. “Era o que ele sempre dizia, que não repetiria a agressão. Parecia mesmo arrependido. Acreditei.”




Por fim,  músico da banda Calipso não cumpriu nada do que prometeu quando as brigas. A  agressão que culminou  a separação  também ocorreu quando Chimbinha estava bêbado. Nesta situação Joelma fez a revelação mais chocante. Ela trouxe a luz, que o ex-marido fez ameaças de jogá-la da varanda. Revelou ainda chegou a temer pela própria vida.

“Naquela tarde ele já estava bebendo havia uns dois dias, virado. Pedi pra alguém avisar que estava passando do limite. E essa pessoa foi chamá-lo. Estávamos numa casa em Recife, que tinha um segundo andar com uma varanda sem proteção, e lá embaixo havia um muro com umas armações de ferro.

“Ele veio transtornado porque eu tinha mandado chamá-lo e começou a bater a própria cabeça na parede. As pessoas escutaram e pensaram que ele estava batendo a minha cabeça na parede. Uma pessoa dizia pra outra: poxa, eu queria ir lá, mas estou com medo.”



Pastor é acusado de abuso sexual pela família, por tocar intimamente na neta.

“Até que um cantor da banda foi. Quando ele chegou, Chimbinha pegou o meu cabelo, saiu me arrastando e ia me jogar lá embaixo, nos ferros. O cantor o impediu. Não sei o que aconteceria comigo. Se perderia minha vida, se ficaria aleijada.”

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.