A página  supostamente cristã no facebook, se denomina como “Evangélicas gostosas”. Nelas  as “irmãs”, além de promover o empoderamento feminino, também podem postar suas fotos. Embora de vestidos ou de saias, fazem poses sensuais, onde seus corpos é as atrações para os visitantes .

Certamente a página “Evangélicas gostosas” é o cenário picante da rede social voltado para meio evangélico. Seguidoras enviam fotos com sugestão de postagem. Seios, pernas, quase calcinha, estes são uns dos aperitivos. Tantos atributos, certamente fará o cristão mais tradicional perder o  “rumo ” da Cruz”.




Parece que a administradora da página tem o intuito de promover o feminismo cristão. Pois em uma postagem fixada, a suposta evangélica, diz  que o objetivo e promover de maneira indireta.

” O objetivo da página é promover de maneira indireta o feminismo cristão e a liberdade do corpo da mulher. Combater o machismo em suas igrejas de fé por meio de uma militância feminista”.

Alem disso, discurso de louvor ao corpo da mulher , não para por aí. Na postagem mais sensual encontrada nas ” Evangélicas gostososa”, onde a seguidora, com roupas de banho com os seios a mostra, legendada pela administradora, explicitamente faz incitação ao sexo.




” Foto da seguidora da página, ela enviou pelo chat e pediu que fosse postado na página.Sejam férteis e multipliquem-se! Encham e subjuguem a terra! Dominem sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu e sobre todos os animais que se movem pela terra”.A paz do Senhor.Por favor não nos julguem, Deus nos propôs também os prazeres carnais”. 



Alem disso, fica claro que a nádegas é a ferramenta usada com  frequência. Na maioria das imagens que são postadas, a parte traseira, quase sempre avantajada, pode ser colírio para os olhos. Mas o contrario o também é valido e pode desfazer muitos casamentos.

Será que isso pode?




Primeiro de tudo

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.