Os evangélicos, a qual Bolsonaro tem a maioria da aceitação, se movimentaram em oração, depois que a noticia de uma nova cirurgia de emergência veio a tona.

O candidato a presidência Jair Messias Bolsonaro, ganhou mesmo a simpatia dos evangélicos, ainda mais depois da facada. Todos os simpatizantes cristãos do candidato não tem deixado de além de fazer propaganda gratuita , passou fazer também  oração.




Principalmente quando foi encaminhado na noite dessa quarta-feira (12),por volta das 22 horas para uma nova cirurgia no aparelho intestinal. Foi noticiado que a cirurgia foi em caráter de urgência, por problemas de aderência na parede intestinal. Ele foi  operado no hospital Albert Einsten , onde segue internado, pelo médico gastroenterologista Antônio Luís Macedo.

+ Facada em Bolsonaro faz pastor Malafaia rebater Globo News na rede social

“As aderências podem acontecer como uma reação do corpo para reparar algum dano.Por isso, é comum ela ocorrer após uma cirurgia,infecção ou trauma.Em alguns casos,as células do corpo responsáveis por reparar os tecidos não fazem diferença entre um órgão e outro.Se um órgão passa por reparos e entra em contato com outro tecido ou então outra parte de si mesmo,a cicatriz pode ligar as duas superfícieis”,tratou de explicar um seguidor de Bolsonaro nas redes sociais.




Assim que saiu a notícia uma enorme corrente de oração foi mobilizada pelas redes sociais para a intervenção divina na mesa operatória. O Senador Magno Malta e os filhos foram os primeiros a pedir orações pelo procedimento. E os ativistas pró-Bolsonaro terminaram a noite comemorando, pois a cirurgia foi um sucesso e o quadro de saúde do candidato é estável.

+ Vídeo: Pastor da IPDA prevê morte de Bolsonaro

Bolsonaro está internado desde o dia 06 , quando sofreu um atentado de faca em seu abdômen. Ele fazia um ato politico na cidade de Juiz de fora quando foi atacado pelo homem identificado como Adélio Bispo. Ele já foi indiciado pela polícia federal que cuida do caso.



O ataque em si pareceu planejado e mandado por terceiro. Adélio estava hospedado há 15 dias num hotel, sendo pago com dinheiro vivo. Ele tem quatro ótimos advogados, pelos quais certamente não poderia pagar, pois segundo ele, está desempregado.

Ele se considera um militante de esquerda e já foi visto em campanhas políticas ao lado de Lula e Dilma. Tais fatos geram muitas teorias de conspiração. O caso é que já tem quase 10 dias do ocorrido e nenhum fato conclusivo sobre mandantes do atentado. A polícia indiciou Adélio Bispo por tentativa de homícidio gerado por “inconformismo político”.




Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.