Silas Malafaia é vitima de fake news
Silas Malafaia

O pastor Silas Malafaia gravou um vídeo na madrugada desta sexta-feira para denunciar um fake News a seu respeito. Silas registrou sua indignação da falsa notícia.  Segundo ele teria sido plantada por uma deputada do PT. Disse ainda que houve manipulação de um vídeo antigo dele com um trecho de uma de suas mensagens. No trecho dizia que ele havia voltado atrás em sua decisão em apoio o candidato Jair Messias Bolsonaro.

O pastor desmentiu a fake news dizendo que vai processar a deputada e que tem provas para atestar que ela usava o telefone funcional para veicular o vídeo para as pessoas. Ele ainda pediu que as pessoas divulgassem essa informação. Ele também criticou a forma  como o PT está atuando a dois dias das eleições para barrar a chegada de Bolsonaro à presidência .




O massivo apoio dos evangélico a campanha de Bolsonaro fez com que o candidato Haddad mudasse sua estratégia de campanha no segundo turno. Ele passou a procurar dioceses e igrejas evangélicas par pedir apoio. Está até divulgando que é cristão por criação e que seu avô foi um padre ortodoxo. Haddad até tentou recitar um versículo bíblico que nem existe na bíblia para fazer média com os evangélicos.




Silas Malafaia que é um dos cabos eleitorais mais ferrenhos na campanha de Bolsonaro foi acusado por um site notícias de ser o maior divulgador de fake News contra o PT. Agora o Pastor está vivendo uma onde de notícias falsas com seu nome. Na semana passada foi divulgada uma lista com os 100 maçons  ilustres do Brasil e o Pastor Malafaia estava na lista.




Nem o pastor Juan Ribe Pagliarin escapou da fake news

Ele desmentiu as acusações. Disse que era mais uma fake News e que iria punir os responsáveis acionando a justiça. O pastor também é um dos campeões de processos civis. Entre revistas, sites e pessoas públicas, muitos já foram acionados judicialmente. Prestaram esclarecimentos e indenizaram o pastor por difamação e calúnia.

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.