Adventista que foi espancado dentro e fora da igreja por indagar o pastor sobre alguns gêneros de música que julga ser errado. Ao insistir fazer filmagens do dialogo, o próprio pastor o pegou pelos colarinhos dando incio ao show de pancadaria.

[themoneytizer id=”16458-1″]

 

Adventista que foi espancado por pastor e obreiros
Adventista que foi espancado por pastor

O Adventista que foi espancado tanto pelo pastor , quanto pelos obreiros da igreja, que não queriam que a filmagem do fiel vazasse, pois segundo o pastor que deu inicio a briga, não queria ser envolvido em polêmicas.

O fiel Adventista que foi espancada é Pablo Guez Ferrari e após i incidente ele fez uma postagem relatando o caso e explicando o porque dos questionamentos ao pastor da Igreja Adventista de Brasília.

[themoneytizer id=”16458-1″]

Leia o relato na íntegra.

[Pablo Ferrari e a luta para voltar as raízes Adventistas]
Pablo Ferrari nascido em maio de 1981, é um Adventista há anos , membro ativo da Igreja, já começou o curso de teologia e é frequentador assíduo dessa denominação. E ele tem percebido que a atual liderança da Igreja Advetista do Sétimo Dia (daqui em diante vou me referir pela sigla , IASD ) tem aos poucos mudado e se tornando, bem fora daquilo que está proposto no Manual da Igreja, e não está aceitando as críticas dos membros infelizes com essa situação. 
Pablo não seria o primeiro. Recentemente outro Adventista foi retirado do cargo de Pastor por estar em um protesto contra a ex presidente Dilma Rousseff , e este já gravou vários vídeos tratando essa questão. (https://youtu.be/0iuo3eGXiRk )

[themoneytizer id=”16458-1″]

Pablo Cansado disso ele resolveu agir. Com seu celular mesmo , ele passa a gravar vídeos dentro das instituições Adventistas para publicar no Facebook e assim provar “as incoerências” da atual igreja, comparando com o manual dela mesmo.
Mas essa atitude gerou uma “Grande Controvérsia” em alguns Adventistas, como também ganhou adeptos para o ajudar nesse projeto , que é a retirada “Do Joio” no meio da Igreja.
Foi aí que nasceu um grupo no aplicativo de celular, Whatszapp ,para se discutir o assunto com mais propriedade , denominado Alto clamor.
As acusações são diversas para todos os lados. Ele (e os membros empenhados nessa causa) afirma que muitos pastores comem carne, usam dinheiro da instituição para viajar, diminuem a autoridade de Ellen White, que tem Jesuítas e ricos dominando a igreja, também acusa a instituição de fazer “vistas grossas” para certos tipos de louvores que estão entrando dentro dos salões da IASD , como por exemplo , Rock, jazz, que o manual da igreja condena esse tipo de música e outras acusações.
Já os contrários, acusa Pablo de ser maluco, fanático, lunático , que tem vários boletins de ocorrência contra ele, e outras coisas que envolve o passado de Pablo Ferrari, como divórcio, traição, briga com a ex , e até mesmo prisão. Já em sua defesa , ele diz que isso é coisa do passado, já resolvido, e nem Jesus o condena porque ele já pagou suas dívidas , e até aqui eu (Raphael Leonessa ,o editor do artigo) corroboro com seu argumento, se de fato isso se procede assim.
Quero fazer duas observações aqui:




01-E SE PABLO FERRARI ESTIVER SÓ QUERENDO OBEDECER O MANUAL DA IGREJA?

A liderança da IASD deveria chamar esses “Anti-Joio” e se reunirem para conversar com eles e tentar entar em um acordo mútuo, pois eles tem esse direito.

_Eles não são dizimistas? 
_Então não merecem ser ouvidos e chegarem em um consenso? 
_Não existe um MANUAL DA IGREJA justamente para ser obedecido? 
_Porque não mudam o manual então?



E SE PABLO FOR UM AGITADOR, LUNÁTICO, LOUCO ( E OUTROS ADJETIVOS PEJORATIVOS) ?

Então a liderança deveria chamar pessoas capacitadas para resolver essa questão.
_Se ele for maluco, lunático vão o agredir?
_Se ele for um agitador rebelde, não vão o disciplinar?
Pasmem caro leitor desse artigo, no dia de 19/05/2018 em um sábado, que é um dia sagrado para eles (os Adventistas do Sétimo dia) Pablo Ferrari foi agredido por seguranças da IASD de Brasília DF , por estar filmando e registrando uma conversa dele com um líder Adventista.
#É assim que a IASD trata um membro descontente com o descumprimento do MANUAL DA IGREJA?
#Caso o Pablo Ferrari seja um maluco (uma hipótese) é assim que a IASD trata essas pessoas?
●Aconteceu na Argentina, um caso interessante de pra nós meditarmos, um grupo de feministas se uniram para pichar e depedrar a Igreja matriz, sabe o que os Católicos fizeram? Vejam aqui: https://m.youtube.com/watch?feature=youtu.be&v=5WrHpdUgdKE
Muito estranho, a abordagem da IASD nessa situação tão delicada…

DE QUALQUER FORMA, A IGREJA ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA, DEVE UM PEDIDO DE DESCULPA A TODAS PESSOAS ENVOLVIDAS. 

Passo a palavra aos senhores líderes Adventistas.
Raphael Leonessa





Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.