A pastora Helena Raquel além de divulgar o seu trabalho, usará as redes sociais para dar dicas de moda e fazer marketing de determinadas lojas de moda.

A missionária Helena Raquel, como tantas outras pregadoras, tem usado suas páginas , não somente para assuntos relativos ao ministério. Basta percorrer as redes sociais das chamadas missionárias e pastoras, que será notável um grande desfile de moda gospel. Caso este que não se restringe somente as mulheres. Os chamados homens de Deus, estão demostrando também um certo narcisismo alem do comum para a classe masculina.




Tirou o pijama e pôs outra roupa, mesmo que seja casual, já é motivo para entre uma palavra de fé, ou até mesmo um convite para ir onde eles, ou elas pregarão, que vai também de quebra a apresentação dos seus look´s.

Lei também: Bispa Keila Ferreira lamenta não sair tão bem na foto como gostaria

Ao observar a carência das mulheres e as especulações que acontecem em cada foto marketing que posta, a pregadora Helena Raquel aproveitou e encontrou um meio de tirar proveito da situação.



Nesta sexta (24) a missionária anunciou em seu Instagram a novidade que ira desde dicas de moda até os endereços a qual ela comprou cada peça.

¨ Algumas meninas me perguntam onde comprei tal roupa, tal sapato ( na verdade onde eu encontrei, porque não é muito fácil). Estou pensando em criar um perfil aqui com algumas dicas e endereços. E também com as nossas blusas, vestidos. O que as meninas acham? Já que vocês apoiaram. Vamos lá! Vem aí: Dicas da Lena ¨, disse em sua rede social




Nesta, oportunidade, alem de ter fonte de renda com seus livros, com as pregações que faz em cultos festivos e congressos evangélicas, Helena Raquel também poderá faturar algum din-din com o marketing de moda. Afinal ninguém faz propaganda de graça não é mesmo?

E você po que acha da iniciativa da pregadora? deixe sua opinião nos comentários.



Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.