Pastor Lucas é ignorado por cantores em desafio político para apoiar Bolsonaro

O  cantor gospel e compositor pastor Lucas, gravou um vídeo em seu instagram para falar de seu apoio político ao presidenciável Jair Bolsonaro. Na publicação ele “marcou” Jairo Bomfim, Léa Mendonça, Aline Barros, Bruna Karla, Fernanda Brum e outros.




O desafio político do cantor gospel e pastor Lucas foi ignorado pela maioria dos artistas que foi marcado na publicação. A mensagem que ele enviou a Jairo Bomfim, Léa Mendonça, Aline Barros, Bruna Karla e  Fernanda Brum reafirmava seu compromisso com Bolsonaro.

Ele disse estar disposto a abrir mão de qualquer ideologia pessoal. Segundo ele, para ver o Brasil ser governado por alguém que represente os princípios de Deus. Ele ainda citou o versículo “Feliz é a nação cujo Deus é o Senhor”.

O desafio político lançado para os  artistas gospel foi totalmente ignorado. Inclusive pelos  que fizeram sucesso com músicas de sua autoria. Entre eles Bruna Karla e a digníssima Aline Barros, consumidora de carteirinha das composições dele. Ela já gravou Casa do Pai e Depois da cruz,canções do pastor.




Entretanto, para surpresa de muitos, o cantor não foi atendido. Somente o cantor Jairo Bonfim respondeu ao apelo do pastor , a gravar um vídeo de apoio a Bolsonaro.

Interessante ver que vários artistas seculares e personalidades do showbiz tomaram partido do capitão e foram até atacados por isso. Os artistas gospel que deveriam apoiar candidatos que defendem os princípios cristão não se pronunciam. Estariam eles rezando a cartilha do politicamente correto?



Aline Barros atendeu prontamente o apelo do cantor Leonardo Gonçalves para a brincadeira desafio da puberdade,onde deveria colocar uma foto do passado e outra atual.  Porém, ao pastor Lucas ou ela não viu ou viu e não fez questão de se pronunciar.

As eleições acontecem agora no dia 07 de outubro. Nunca foi vista uma campanha tão polêmica e cujo um candidato sofreu até atentado político. E nunca foi vista também uma campanha com tantos representantes evangélicos.

O Bispo Renato Cardoso, genro do bispo Edir Macedo e  presidente da IURD, gravou um vídeo para falar sobre as eleições. No vídeo ficou bem claro que todos os fiéis deveriam apoiar candidatos ficha limpa e que defendessem os princípios cristãos. Nesta última quinta, o bispo Edir Macedo se reuniu com a cúpula da igreja e anunciou o fim do apoio a Alckmim  e apoio a Bolsonaro.




Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.