bolsonaro
Magno Malta fora do ministério de Bolsonaro

Magno Malta ficou de fora do Ministério de Bolsonaro e agora não tem mais nenhum cargo político a partir de 2019. Influente manifestaram sua decepção nas redes sociais até com alfinetada de Silas Malafaia.

Começou uma onda de protestos contra Bolsonaro dentro de seu próprio eleitorado fiel. Principalmente Silas Malafaia ficou  decepcionado com o últimos do ministérios, um que seria cabível a  Magno Malta.




“Aprendi uma coisa:gratidão é a memória do coração”, foi a tese de apoio de Malafaia a apoio a Malta. Malafaia que defendeu o senador do Espirito Santo, dizendo que ele “esqueceu a campanha dele e tomou ferro”.

Pastor Cláudio Duarte entrega que Silas Malafaia está sendo processado pelo PT

Mas não deu certo todo apoio de grandes nomes do mundo gospel e do secular. Dessa vez, Malta que era o mais certo dos ministros não foi escolhido por seu grande amigo Bolsonaro. Malafaia deixou bem claro em suas declarações que ele apóia “intransigentemente”mas que isso não diz que ele possa concordar com todas as ações do futuro presidente e certamente, esta ele não concorda.




Na marcha pra Jesus deste ano em São Paulo, Bolsonaro chegou a dizer que fez “uma carta de amor”. Nela ele convidava Malta para ser seu vice ,o “vice dos sonhos”,como definiu na época. Malta declinou do convite porque preferiu não deixar de concorrer a uma reeleição que ele dava por certa para acompanhar Bolsonaro como seu vice.

Entretanto,a decisão deixar Malta do lado de fora do governo não agradou a comunidade evangélica. Porque muitos dos principais líderes evangélicos entraram de cabeça na campanha do capitão. Por influência de Malta e o próprio Malafaia foi um deles.



O que se sabe é que Malta está em seu sítio no Espírito Santo orando por Bolsonaro. Todo o barulho levantado pelas mídias e a campanha “Elenão” parece ter dado certo para congelar a participação no governo de Jair Bolsonaro.

E de fato se Bolsonaro o incluísse em algum ministério, criaria uma discrepância do critério “capacidade técnica” que vem usando para escolher seus gestores.

Pastor Cláudio Duarte entrega que Silas Malafaia está sendo processado pelo PT

A decisão de Bolsonaro em escolher Osmar Terra para o Ministério da Cidadania gerou mal estar com a bancada evangélica. A bancada já tinha apresentado outros nomes, inclusive o de Marco Feliciano.




Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.