Missionária Alessandra Silva , no dia 20, dia separado uma suposta ¨consciência negra , e com a vitimização da atriz Taís Araujo, vem a público fazer sérias denuncias.

De acordo com a Missionária Alessandra Silva, o preconceito venceu as barreiras do conceito cristão, de que na mesma fé, ¨todos somos irmãos¨

Sem meio termo a Alessandra diz, que muitos dizem que não tem preconceito nas igrejas, mas ela afirma em suas redes sociais que há sim, e muito visível nos altos escalões da das igrejas evangélicas. 

Leia também: Kleber Lucas revela o preconceito gospel por pastor que o chamou de ¨preto¨

Ainda sobre o preconceito nas igrejas, a Missionária a partir de um incômodo de âmbito divino por mais de três dias, resolveu denunciar.

¨ Na madrugada o senhor me incomodou e já tem três dias que Deus está me incomodando, porque nas igrejas existe sim acepção de pessoas. Mesmo que estão pregando que não, existe sim¨, afirmou




Em suas afirmações, com pinta desapontamento, por ter passado por algo similar, a Missionária Alessandra Silva segue dizendo , que o negro dentro das igrejas evangélicas, na maioria , as grandes, os negros só presta para ser faxineiro, porteiro ou motorista. Mas para dirigentes, presbíteros ou pastores eles não prestam. 

Desconsolada ela conclama ao primeiro amor, que a princípio pela Bíblia seria um conceito maravilhoso de igualdade.

¨ aonde está o primeiro amor? Aonde está ao próximo como o Apóstolo Paulo diz?  Será que Jesus fazia acepção de pessoas se era rica, negra ou Branca?¨, indaga ela



Ela acrescenta que todos deixaram a cultura Européia entrar dentro da igrejas Brasileiras. 

¨  Os Europeus vieram , escravizaram negros e índios numa cultura satânista, pois quem escraviza não da louvor ao senhor¨, encerrou

 




Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.