cantor gospel
Magno Malta

O senador Magno malta concedeu uma entrevista ao Jornal Globo depois de muita polêmica pela não indicação a um ministério no Governo. Magno Malta iniciou dizendo que não tem mágoa alguma de Bolsonaro, e que a sua principal missão era “livrar o país do viés ideológico” do PT.  Mas tudo indica que ele irá pelo menos por enquanto abandonar a política pel acarreira gospel. Já que  para Malta, ajudar Bolsonaro essa era sua missão.

Magno Malta quis ajudar Jair chegar ao poder, se ele não quis mantê-lo junto a um cargo por perto, não guardará rancores. Magno Malta afirma que eles ainda são amigos. Mas, segundo ele, voltar a se empenhar como cantor gospel, embora também seja pastor.




O senador reafirmou seu apoio ao amigo e ainda, disse compreender a sua não entrada na pasta do recém eleito presidente. E afirmou que não houve qualquer acordo prévio entre eles para uma possível nomeação.

“Minha vida não depende de Bolsonaro. Depende de Deus”, afirmou o senador, que já tem em mente como tocará sua vida em 2019. Magno Malta revelou ao jornal que vai seguir a vida como palestrante e como cantor gospel.

Aline Barros surpreende ao fazer anuncio de um novo álbum ainda este ano

“Vou viajar o país inteiro. Fazer palestra. Tenho uma luta contra abuso de criança pedofilia . Minha marca está aí. Vou continuar fazendo palestra, cantando. Tenho 41 anos de carreira. Tenho 28 cds gravados .Vivi sempre da minha música” ,reforçou o senador. Muitos desconhecem o fato de Malta ter uma banda de pagode gospel.



A entrevista de Magno Malta ameniza o clima que estava se formando em cima da questão. Muitas pessoas defendendo a dívida de gratidão de Bolsonaro para ocupar um cargo ao lado do presidente.

Entretanto ,mesmo com as campanhas de Lauriete, Silas Malafaia entre outros, Bolsonaro não acatou dessa vez a voz da cúpula evangélica que se via representada por ele num ministério do governo.  O próprio Pastor e deputado federal Marco Feliciano que esteve com o presidente ainda na manhã desta quarta-feira(5), falou sobre o assunto a nossa redação.

Bolsonaro é eleito Presidente e Rede Globo transmite oração ao vivo antes do discurso

“É lamentável,o malta vai fazer falta”.Segundo Feliciano o senador era um guerreiro no senado na luta contra projetos que ofendem a moral cristã no Brasil e como ministro também acrescentaria muito por seu grande valor.



Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.