Policias de tocaia confundiram o veiculo em que estavam os pastores Marcio Veloso e Pastor Rogério Barros, com veículo de marginal e atiraram contra eles.

Os pastores Marcio Veloso e Rogério Barros, voltavam tarde na noite de 19 de Outubro de mais um compromisso ministerial. Eles trafegavam pela Av. Brasil, sentido zona Oeste, na cidade do Rio de Janeiro no veículo de propriedade do Pastor Rogério Barros.

De acordo com informações do pastor Otoni de Paula, policiais faziam tocaia na Av. no momento em que os pastores trafegavam . Quando os pastores se aproximaram do suposto bloqueio, foram surpreendidos a balas. Alem de atingir o veículo que estava sendo ocupado pelos pastores Marcio Veloso e Rogério Barros, ambos foram gravemente feridos na ação policial.




Neste caso Os pastores Marcio Veloso e Rogério Barros somente um  voltou para casa

Socorridos e levados para o hospital, o Pastor presidente Rogério, foi atendido com um tiro na perna. Após passar  por uma cirurgia e remoção do projétil, sua situação foi estabilizada e passa bem. No entanto , o pastor Marcio Veloso, foi alvejado nas costas e a equipe de atendimento emergencial não conseguiu reverter o quadro. 

Na manhã do dia (20) as 05h00, infelizmente Marcio Veloso, não resistiu aos ferimentos e veio a falecer.



Segundo o pastor Otoni, os policiais agiram incoerentemente na abordagem do veículo ocupado pelos pastores. Alem de que, em  depoimento, os policiais contaram que os pastores furaram o bloqueio. Entretanto , é improvável que isto tenha acontecido. Embora isto seja dado como verdade, os policiais deveriam seguir o veículo e fazer a abordagem.

Infelizmente a ação precipitada da policia custou a vida de um inocente.

A despedida do Pastor Marcio Veloso aconteceu nesse Sábado, no Cemiterio Pechincha-RJ. Se iniciau na capela ”A”, às 09hs da manhã, e o sepultamento ocorreu às 13hs




<center<



Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.