Protesto contra soltura de Juliana Salles

Os parentes, pai e a avó de Kauã, um dos irmãos que faleceu no incêndio dentro de uma casa de Linhares, fizeram um protesto no Centro de Vitória. Eles ficaram indignados manhã desta quinta-feira (8), por conta soltura da mãe das crianças Juliana Salles. Ela foi solta  nesta madrugada.




A pastora Juliana Salles, mãe dos irmãos Kauã e Joaquim,  estava presa no Centro Prisional Feminino de Cariacica, desde o dia 20 de junho. Mas acabou de ganhar a liberdade após uma decisão da Justiça. Ela saiu  por volta das 3h desta quinta-feira (8). Mas os parentes que ainda sofrem a tragédia, quer que ela volte para cadeia, inclusive o pai do garoto morto.

O  pai de Kauã, Rainy Butkovsky,  já fez protesto contra a morte do filho. E agora contra a soltura de Juliana Salles, afirma que não teve acesso ao processo que corre em segredo de justiça. Segundo ele, não pode colocar o advogado da família na última audiência, do dia 23 de outubro que teve a presença do casal de pastores.



Rainy ainda informou que o advogado entrou com recurso para reverter a decisão do juiz que soltou Juliana. O pastor Georgeval Alves segue preso no Centro de Detenção Provisória de Viana.

O juiz responsável pela decisão, também é pelo caso, André Bijos Dadalto, da primeira Vara Criminal de Linhares. O processo segue em segredo de Justiça e por isso não foram divulgados os argumentos que levaram o magistrado a essa determinação.

Ingormações : G1

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.