O pastor Absaí, da igreja Batista Vida e Paz, que também era a igreja do pastor George Alves, fez um vídeo se pronunciando do ´porque deixou a igreja após a prisão dos lideres George Alves e Juliana Salles.

” Estou fazendo este vídeo para poder comunicar que hoje eu não faço mais parte da Batista Vida e Paz”, disse o pastor da igreja de George Alves.

Em um trecho do vídeo o pastor explica que a razão pela qual está deixando a igreja é a discordância de muitas coisas que estão acontecendo.



” A razão é muito simples, é por não concordar com muita coisa e por não confiar mais no ministério Vida e Paz”

Em um perfil do facebook uma internauta relata parte do caso da saída do pastor Absaí como uma futura atribuição de culta.

” Uma pessoa da minha confiança acaba de me ligar dizendo que assim como o pastor Wilson da igreja vida e paz de Barra de São Francisco,o pastor Abisai que liderava a igreja em Conceição da Barra tbm deixou o ministério,por não confiar mais na índole e caráter do líder da instituição. O pastor Abisaí não e mais pastor da igreja Batista Vida e Paz de conceição da Barra.
Fato esse que sinceramente lamento muito,pois será uma grande perda,ele não é um homem perfeito,mas ta longe de ter o desvio de caráter que todos nos sabemos que a liderança da instituição tem,.
E conhecendo bem essa liderança sei que o discurso deles será colocando toda a culpa dos erros deles no Abisai ou em qualquer outro que não seguir a cartilha dele. Abisai vc não é o primeiro e nem será o ultimo usado em beneficio próprio para lideres inescrupulosos. Para desespero dessa liderança eu tenho sim amigos em conceição da barra que contam mesmo toda essa sujeirada de vcs e como vc mesmo disse É MELHOR O DIABO SABER DESSA PODRIDÃO DO QUE EU!”, contou em seu perfil Adriana Bandeira




Pai do filho morto pelo pastor Geroge Alves faz manifestação

Ainda desolado  , o comerciante Rainy Butkovsky, pai do garoto Kauã, de 6 anos, que foi brutalmente assassinado junto com o irmão Joaquim, em Linhares, acredita que a pastora Juliana Salles, que é ex-esposa dele e mãe das duas crianças, foi conivente e sabia dos planos para os assassinatos. o  um protesto realizado na manhã deste domingo (01), na Praia de Camburi, que contou com cerca de 200 pessoas pedindo punição exemplar para os responsáveis pelos crimes, Rainy afirmou que quer ver Juliana Salles e o pastor George Alves presos por muitos anos.

Vale lembrar que o pastor Absaí teve um pedido de abertura de inquérito foi feito pela promotora responsável pelo caso, Rachel Tannembaun, da 2ª Promotoria Criminal de Linhares, Espírito Santo. Ela afirma que o pastor deu falso testemunho ao depôr para a polícia, dias após a tragédia. Ele é considerado um dos amigos pessoais do casal.



Os detalhes do pedido de investigação não foram divulgados pelo Ministério Público. Além disso, as investigações a respeito da morte dos irmãos ainda ocorrem em sigilo de Justiça. Abisaí é o responsável pela Igreja Batista Vida e Paz, da qual o casal era líder, na cidade de Conceição da Barra.




Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.