O Pastor Adeildo Costa embora tenha passado por momentos e grande turbulência nos seu ministério é um grande pregador. O pastor evangélico tem uma longa história no segmento pentecostal. Ora de grandes feitos no meio evangélico, ora de crises de identidade cristã.




A carreira do pastor itinerante, tem no seu currículo manchas vergonhosas  que vão até duras acusações de envolvimento com drogas. O fato mais surpreendente foi de não comparecer nas agendas, já recebido por elas.

No passado o pastor já havia feito as mesmas proezas. O que causa a tal surpresa é o fato de novamente cometer tal deslize. Após ter se casado novamente e com o nascimento de sua filha, Adeildo Costa estava pregando de ¨graça¨. Segundo ele , estava pregando de graça para resolver pendências do passado. receber e não ir. Essa é uma prática comum que o pregador resolveu atribuir a sua carreira.





Essa semana, o evangelista Eder Moralles, publicou uma nota em seu perfil no Facebook. Ele fez duras acusações contra Adeildo Costa. De acordo com Eder, Adeildo havia recebido a quantia de R$5 mil reais para ministrar em uma igreja.





Éder relata em áudio enviado ao site fuxicogospel, que teria sido contratado pelo pastor Adeildo para fazer agendas. Na na qualidade de assessor do pastor Adeildo Costa, Éder Moralles foi  orientado a receber os valores adiantado.



Eder afirma que o pastor nao compareceu ao compromisso agendado.

O Buxixo Gospel tentou entra em contato com o pastor Adeildo para que ele pudesse dar esclarecimentos. No entanto até o fechamento da matéria o pastor não havia retornado ao  nosso contato. Entretanto Obuxixo gospel continuará a sua busca. tToda verdade tem dois lados. Este a qual está predito na matéria, tem seus antecedentes. Contudo acreditamos que ainda existe algo não esclarecido que levou o pastor não cumprir a agenda.

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.