Pastor Cláudio Duarte

O pastor Cláudio Duarte, que cobra pelas  palestras  dando conselhos a casais de diferentes públicos, não ouviu um conselho grátis e se deu mal.

Como dizem se conselho fosse bom, não era grátis, seria vendido. Quem melhor pode dizer, seria o pastor Cláudio Duarte, pois suas palestras fora ou dentro da igreja tem um preço.




Mas o caso é que o pastor fez uma declaração em sua conta do instagram que está lhe rendendo algumas complicações com seus seguidores. Ele gravou um vídeo e dispôs do mais absoluto apoio a Bolsonaro. A divisão do público que segue ele foi notória, onde muitos começaram a critica-lo, por conta da sua escolha.

+ Pastor Cláudio Duarte entrega que Silas Malafaia está sendo processado pelo PT

Mas o pastor que vive de conselhos, não ouviu os conselhos gratuitos para não fazer isso. Então um novo vídeo foi publicado em sua conta, falando justamente da situação a qual se inseriu.

” Eu recebi alguns posicionamentos de que eu não deveria falar sobre política, pois sou um formador de opinião. Eu acho que isso em tese é verdade, mas deixa eu ver aqui se isso é verdade.



Cláudio Duarte argumentou em cima das palestras que dá, justamente dando conselhos, para casais, que não se divorciem.

” Eu falo contra o divorcio, será que os casais estão parando de divorciar? Eu falo contra a violência doméstica a muito tempo, Será que o cara está parando de bater na mulher? Eu falo que sou contra a erotização infantil. Será que o pessoal tá escutando isso? Então eu só sou influênte quando eu vou falar de candidato?

+ Pastor Cláudio Duarte se irrita com internauta que disse .”Está caro te ouvir pregar”

Os comentários na postagem do pastor se estenderam aos milhares. Tudo por conta da posição de Duarte apoiar um candidato a favor de armar a população.  Muitos comentários estavam relacionados com a política de Bolsonaro ser a favor matar bandidos.




Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.