De acordo com um pastor que enviou um e-mail a redação denunciando a IPDA, ele cita que a diretoria orientou os obreiros a vigiarem os  pastores e o campo esta minado de invejosos e uma pastor querendo tomar o lugar do outro. o relato do pastor na íntegra.

[themoneytizer id=”16458-1″]

 

A IPDA está passando por um período onde parece que está se mantendo quando na verdade os Pastores estão sendo oprimidos e sufocados. Porém eles não tem coragem de expor nada nas redes sociais pois alguns são covardes, outros tem medo porque dependem do salário da igreja e estão muito tempo fora do mercado de trabalho e se submetem a tudo que é ordenado. Sou Pr e estou dentro do sistema a anos e quero expor algumas situações que não podem ficar impune.

Pastor faz denuncias pesadas contra a IPDA ¨ Igreja Deus é amor pertence ao diabo¨

Só em 2018 4 Pastores amigos e experientes na obra que estavam produzindo bons frutos entregaram o salário e foram embora para suas casas. Um dos motivos é que antes a igreja pagava o aluguel do Pastor e agora a ordem é para o obreiro se virar. Na verdade eles alegam que a igreja da para o Pastor 3% da entrada geral da igreja para o aluguel. R as igrejas que esses pastores são enviados estão todas caídas por exemplo:




O Pastor pega um trabalho que entra 15 mil certo? 3% disso daria uma média de 450 reais … Dai tem lugares que os aluguéis são caros ou seja o restante a pessoa tem que tirar do bolso para pagar ou se matar para dobrar o valor da entrada para ter no máximo o valor do aluguel. Coisa que não é Mais possível se fazer.

Pagando para trabalhar, para ser pastor na ipda

Outro motivo é que a igreja não se dispõe a ser fiadora de ninguém. Em alguns lugares eles aceitam o famoso calção que são 3 aluguéis adiantado, a igreja não paga também. Nos temos que pagar do bolso. OU SEJA AGORA O PASTOR TEM QUE PAGAR PRA TRABALHAR. Com grandes demandas no campo de reuniões, atendimento ao campo todo que diga-se de passagem todo campo só tem problema.

Na última reunião ministerial o Pr Lourival falou pra todos obreiros do Brasil através de link dentro das igrejas que o pastor assalariado tem que pregar de 6 a 7 vezes na semana. Isso mesmo!!!!!! 6 a 7 vezes na semana … Cara haja inspiração , mensagem e não temos tempo pra nós preparar porque quando não estamos no altar estamos na sala resolvendo problemas do campo ou atendendo a diretoria em alguma outra ocorrência.E ele falou que era para os obreiros do campo vigiar os Pastores caso eles não peguem o exigido é para denunciar os Pastores para SP. OU SEJA nós estamos na mão do povo sem moral nenhuma.




Agora os Pastores setoriais assumem um campo com domínio de 100 km de distância. Tudo que estiver dentro disso é responsabilidade do Pastor. Mas o grande detalhe é que nós não podemos mais fazer nada sem ordem deles. Uma troca local, uma punição, qualquer manobra que antes o pastor tinha autonomia pra fazer hoje ele precisa manda rum e-mail pra SP e perguntar se eles liberam nós fazer isso ou não. O povo e obreiros já notou isso é ninguém respeita mais pastor de campo, fora os novatos achando que também podem ser igual você querendo competir com você no campo fazendo eventos grandes sem respeitar a hierarquia da setorial.

Nas sedes setoriais e sucursais é preciso colocar um banner enorme com as contas da igreja orientando a todos os membros a não entregar o dízimo na igreja nem na mão de ninguém. O mais seguro é depositar na conta pois só assim eles terão a certeza que o dinheiro deles estará seguro. Nos não temos moral somos tachados como bandidos.

Depois de um tempo o povo acaba matando o pastor da IPDA

Outro detalhe que agora desde que Lourival assumiu , a ideologia dele é que os Pastores tem que ficar em um lugar de 3 a 5 anos. Isso está nós matando pois a ipda não foi feita para o Pastor ficar muito tempo o próprio povo mata o pastor. Conheço pelo menos 10 amigos de obra que estão em depressão nós lugares onde estão e desmotivados sem inspiração estão apenas pelo salário. Eles estão matando os Pastores.Isso precisa ser denunciado.



Eles estão apostando agora nós obreiros de laboratórios que fazem um curso de 6 meses em SP e mesmo sem experiências nenhuma estão substituindo alguns bons pastores nós campos e isso tem custado muito caro para o ministério. A diretoria tem alguns membros experiente e sabem que essas atitudes são erradas e incorretas porém eles estão comprados pelo PR Lourival que prometeu vida longa para eles caso aceitam as ideias revolucionárias dele. Enfim! Eles nos jogaram no campo de batalha de pés e mãos amarradas e se conseguirmos viver será uma grande sorte.

Todos os obreiros sofrem, mas nenhum denuncia.

Agora vem a indignação que todos obreiros da obra sabem porém ninguém tem coragem de denunciar:Te mandei em anexo um print do site de pesquisa de pessoas que tem empresas no nome, começa digitando o nome que está no print e Leia com atenção todos os itens da busca e vai ver que toda família tem empresas que rendem de 150 a 250 mil por mês para cada.

A rádio adore FM de SP está arrendada para IPDApor 12h e o valor cobrado da igreja é de 500 mil reais e a rádio está no nome do André Miranda. Pesquise esses nomes e outros da família e verás.




OU SEJA eles precisam colocar pressão pra nós aumentar a ficha financeira da igreja e esse dinheiro tem que mandar tudo para SP não podemos gastar nada. Mesmo se a igreja estiver caindo aos pedaços precisa mandar tudo pra SP … claro nós precisamos pagar as rádios deles é sustentar eles. Isso precisa ser denunciado urgente!
Tenho mais de 10 anos de assalariado e chegou a hora de nós manifestar. Peço que divulgue isso para o número máximo de pessoas possíveis .. essas injustiças precisam cessar … a igreja só chegou onde chegou por causa de nós e não temos valor nenhum.

O Pr Rivair chegou na sede mundial com carro bom de mais de 60 mil e foi questionado pela diretoria como conseguiu comprar. Ou seja ninguém pode ter nada só eles.



Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.