Pastor Isidório processado por daniela Mercury
Pastor Isidório processado

O pastor Isidório acaba de entrar no mundo dos processos, por conta de afirmações. E quem está lhe dando o status de processado é a cantora Daniela Mercury por chama-la de “endemoniada”.

Vários pastores falaram da atitude da cantora Daniela Mercury durante sua participação no Festival de Inverno de Garanhuns, em 21 de julho. Mas parece que somente Isidório é merecedor de ser processado por chama-la de endemoniada. Na ocasião, cantora criticou a censura à peça “O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu”, interpretada pelo travesti Renata Carvalho.




O pastor  que ganhou para  deputado estadual na Bahia, postou um vídeo acusando Daniela de “fazer sindicato da viadagem”. Disse também ser “escrava de Satanás” . Ainda supostamente insinuou que ela é “endemoninhada”, entre outras ofensas.

Depois de profecia de pastora cair por terra e Lula continuar na cadeia ela muda revelação

Daniela Mercury não perdoou e  acionou a Justiça. Pediu que parlamentar seja condenado por “injúria”. Os advogados da advogados divulgaram a ação da  nesta segunda-feira (5).



De acordo com os argumentos  de defesa, o vídeo divulgado por Isidório ,  traz “afirmações falsas e agressões absurdas”.

Carta Aberta a jornalista Miriam Leitão revela que seu pai era pastor

Daniela ainda alega   que  logo após o pastor fazer a  publicação do vídeo ,surgiram  muitas notícias  falsas sobre o seu posicionamento.

“A partir do vídeo do deputado, onde há claramente o crime de injúria, com aumento de pena por ter se utilizado de meio que facilitou a propagação da ofensa (a internet), outras centenas de milhares de fake news envolvendo Daniela surgiram e até hoje são motivo de agressão à artista nas redes sociais, com ameaças de cancelamento de shows e pedidos de explicação à produção da artista”, diz a nota que foi divulgada à imprensa.




Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.