Pastor Hydakzu Takayama
Pastor Hydakzu takayama, presidente da bancada evangélica

O pastor e  deputado Takayama emitiu um nota oficial de repúdio ao jornal  O Globo .  O jornal veiculou uma matéria onde segundo o deputado, apontaria um crise entre a frente parlamentar e  Jair Messias Bolsonaro. Fato que o deputado e pastor tratou de desmentir.

“venho a público manifestar nota de repúdio sobre veiculação da matéria assinada pela jornalista Natália Portinari e publicada ontem,06 ,pelo site O Globo, com o intuito de denegrir a imagem da Frente Parlamentar Evangélica, a figura de seu presidente, Deputado Takayama. A matéria, que fala da indicação de Damares Alves ministra dos direitos humanos, tem manchete distorcida e é ilustrada com uma imagem que não condiz com a fala do presidente da bancada”, informou o pastor.

Takayama ainda disse que a bancada apoia Damares Alves e que ela representa o pensamento e valores da frente parlamentar. E endossou a indicação de Bolsonaro.
“O joguete da imprensa vem fazendo é tentar jogar os deputados evangélicos contra o presidente eleito.  Não tem funcionado e nem irá. Ele foi eleito com nosso apoio. E continuará tendo sempre que o objetivo for para a melhoria do país”, concluiu o pastor.

Muito burburinho e especulação acontece na indicação dos nomes para compor o ministério. Entretanto, o calor das especulações tem sido aumentado pela mídia pro-esquerdista. Com a  colaboração da resistência para criar embates na frente evangélica. Visto que ela ajudou Bolsoraro a chegar ao poder e por ele não recebeu nenhum ministério. Ainda assim, Takayama deixou claro que a governabilidade não será prejudicada e que o apoio que concedeu a Bolsonaro é de vínculo, de valores e princípios cristãos.

Desespero para recuperar comunidade evangélica Globo deverá incluirá músicas gospel em novela

A mente da comunidade evangélica ficou embaçada diante da não indicação de Magno Malta. O pensamento de muitos líderes é que se Bolsonaro desconsiderou assim, a quem se doou por ele na campanha. Talvez ele não pudesse ser leal as promessas de campanha de comprometimento com o conservadorismo cristão e princípios de família.S em nenhum representante da bancada no ministério, só ficam mesmo as promessas de Bolsonaro.

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.