Após o pastor silas Malafaia fazer declarações polêmicas sobre a greve dos caminhoneiros, além de perder seguidores nas redes sociais, muitos fiéis que eram contribuintes da AVEC ( Associação Vitória em Cristo), estão deixando de pagar os seus Carnes. E mesmo polêmico, com ou sem razão, lideranças religiosas o tratam com ¨deus¨.

De acordo com a atualização dos dados que foi divulgado por Silas Malafaia, quarenta e oito mil pessoas deixaram de ser parceiros da AVEC. No entanto ele diz que isso aconteceu após as notícia vir a tona nos sites de noticias gospel. Contudo, o fato passou a acontecer depois que ele declarou que não estava apoiando a greve, e disse ainda que os evangélicos também não deveriam apoiar.




¨ Sabe o que significa isso? Mas de R$ 2 Milhões de Reais mês, eu deixei de receber¨, lamentou

A despeito do líder da ADVEC ( Assembléia de Deus Vitória em Cristo), estar vivendo este percalço financeiro, desencadeado pelas próprias afirmações, ainda pode contar com a adoração de alguns dos seus súditos. Pois,em um vídeo que esta circulando pelas redes sociais, o pastor Jabes de Alencar aparece enaltecendo  Silas Malafaia em um Repente (ritmo tipico do nordeste, onde as rimas são feitas na hora).

¨ Hoje eu vou falar de homem, e é gente muito boa, eu conheço a muito tempo(…) ele é Silas Malafaia¨, cantou Jabes Alencar.

Vale ressaltar que Silas Malafaia apoiou Jabes Alencar quando subiu no altar para se casar com sua segunda esposa Nani Alencar, após se divorciar  da  sua esposa Zilmar Alencar.




Alem de Silas Malafaia, que hoje esta perdendo Milhões em arrecadações, outros pastores como: Silmar Coelho, Marquinhos Gomes, Cassiane e Jairo Manhães, Josué Gonçalves, Cláudio Duarte e o pastor Jorge Linhares, apoiaram Jabes no seu segundo casamento. Todos estes ainda tem portas abertas nas ADVEC´S.



Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.