O pastor Silas Malafaia aproveitou o atentando contra Bolsonaro para lançar uma “mentira”. Dilma que esta concorrendo ao senado por Minas Gerais prometeu processar o pastor.

A suposta mentira contada por Silas Malafaia em seu Twitter aos seus seguidores, é que Adélio Bispo, agressor de Bolsonaro seria assessor de Dilma. Malafaia ainda pediu aos internautas que a ex-presidente seja boicotada pelos eleitores.




+ Descubra quem é Michelly mulher que o pastor Silas Malafaia casou com Bolsonaro

A assessoria da ex-presidente, e então candidata ao senado, respondeu as afirmações de Silas Malafaia. Foi desmentida as informações, e também noticiou que iria levar o pastor a justiça por estar  divulgando mentira. Além de que os  internautas também responderam Malafaia, afirmando que ele estava produzindo e espalhando fake news.



+ Facada em Bolsonaro faz pastor Malafaia rebater Globo News na rede social

Após a repercussão da mentira e a promessa de Dilma, Malafaia, talvez com medo, tentou amenizar a situação. Ele não perdeu tempo e    respondeu na sequência. Disse  que,  quando escreveu que o criminoso que esfaqueou Bolsonaro assessorava Dilma, quis dizer que ele apoiava a campanha da petista. Contudo, não deixou de mais uma interligar o nome da ex-presidente ao atentado.

+ Pastor Silas Malafaia vai a hospital orar por Bolsonaro




Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.