Um pastor , que se intitula de pastor Antonio, usou e abusou do rio Jordão para uma pataguada gospel, a qual o seu fanático pelo Clube de Futebol Atlético Mineiro o levou a mergulhar a camisa do time sete vezes no Rio Jordão.

O pastor Antonio e mais entre tantos outros pastores que inventam pataguada gospel, e dogmas para justificar a fé e até mesmo profanar alguns símbolos que para os cristãos tem sido considerados sagrados por milhares de anos.

Recentemente dois pastores também usaram do mesmo artificio com a bandeira do Brasil, na tentativa vã de extinguir a lepra que consome o país. Na ocasião o pastor Rogério Alves comentou a postagem dos pastores. No entendimento do pastor Rogério Alves, que carimbou uma inscrição na imagem postada em sua rede social, ¨ o ritual de mergulhar a Bandeira Brasileira sete vezes no rio Jordão fez o Brasil ficar mais leproso¨.

¨ Cambada de idiotas. O Brasil não vai curar da lepra da corrupção mergulhando a bandeira sete vezes no Jordão; o Brasil é curado quando pararmos de eleger políticos corruptos¨, escreveu ele.

Mas desta vez foi o pastor Antônio, que veio com mais essa, porém com a camisa do Atlético Mineiro. Com sete mergulhos o pastor espera tira a maldição  do clube.

¨ Sou Atleticano! Impressionante, o time do Atlético é um time bom. tem um centro de treinamento que é um dos melhores do mundo. tem jogadores de qualidade , de excelência… porém, parece que tem uma maldição ali no Atlético Mineiro¨

Segundo o pastor, ele é um homem fervoroso, de fé e de oração, e no Rio Jordão ele mergulhou a camisa sete vezes. Agora basta acompanhar o time para ver até onde vai a fé do pastor, ou a preocupação de Deus com um time de futebol, quando o mundo todo anda despencando.

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.