vitimas de abuso sexual
Pastora Isa Reis

A pastora Isa Reis tomou uma atitude diferente em sua conta do instagram. Ela que “vira e mexe”, está em discussão ferrenha com seus seguidores, arregaçou as mangas e partiu para “briga”. As vitimas do famoso João de Deus acabou de ganhar um reforço de peso

Segundo informações mais de 200 mulheres já procuraram o Ministério Público para fazer denúncias de abuso sexual contra João de Deus.




“Muitos depoimentos consistentes e com detalhes do que aconteceu”, disse Benedito Torres, procurador-geral do Ministério Público de Goiás.

Com o fato mulheres estão estarrecidas com a notícia envolvendo o falso curandeiro, que teria abusado de suas fiéis. Inclusive o mundo gospel tem usado suas redes sociais para cobrar daquelas mulheres que vestiram camisas dizendo” mexeu com uma mexeu com todas”.

A pastora Isa Reis tomou partido para reforçar o time das mulheres, que também se sentem vitimizadas com as senhoras que foram usadas baseadas na sua fé por um charlatão.



Isa fez uma postagem bastante significativa dizendo que ” Nenhum João será de Deus se não souber respeitar as Marias”.

Ela ainda foi mais longe na legenda da postagem, e assegurou a qualquer mulher que dela precisar, ela estará lá. ” Conte comigo”, escreveu.

” Por mais justiça. Por mais investigações severas. Por mais mulheres e crianças que tenham coragem de abrir a boca e denunciar o pedófilo ,agressor e opressor. Que a as Marias aqui Saibam: podem contar comigo (e to falando sério 🤜🏽🤛🏾🤝👋🏽💪🏽conte comigo mesmo )”

Para ilustrar a seriedade das suas palavras, ilustrou-a com murros. Quem conhece Isa Reis, sabe que ela é “arretada”, não foge não.

Como em toda postagem que a pastora faz, sempre há um mimimi. Seja entre os seguidores, ou até mesmo envolvendo a pastora. Mas entre os ” feridos e machucados” todos saíram sangrando. E no fim das contas, Isa ganhou também o apoio daqueles a quem chamou de Maria, contra o tal de João de Deus.




Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.