Uma mulher que se dizia evangélica identificada pela Policia Civil como Donata de Souza da Silva, de 59 anos, teve a prisão  decretada pela Justiça.

Segundo informações da Policia Civil, além da evangélica  enganar idosos por um período correspondente há quase 20 anos,  também usa remédios, como  anestésicos na bebida das vítimas. Em seguida  roubava dinheiro, jóias e objetos de valor que encontrava.

“A prática deste tipo de roubo é uma constante na vida dela. É uma pessoa carismática, que conversa bem. Na igreja, ela finge ser evangélica e se aproxima das pessoas. Na rua, consegue convencer os idosos a entrar na casa, geralmente pedindo um copo de água ou falando que vai fazer um descanso momentâneo”, afirmou ao G1 o delegado Reginaldo Salomão, da Delegacia Especializada de Repressão à Roubos e Furtos (Derf).




A mulher chegou a colocar remédio  no sorvete( anestésico).

Há dois anos, ela foi detida pela Policia Civil em posse do medicamento, suspeita de dopar um casal de idosos no bairro Aero Rancho, região sul da capital. Questionada, a mulher confessou que colocou gotas antidepressivo no sorvete das vítimas de 74 e 77 anos. Neste caso, ela levou as alianças, dinheiro e celulares das vítimas.

A Policia Civil  conhece Donata,  como “Irmã Renata ou Maria Ângela”, nomes que já haviam sido registrados por crimes em 2016. 



A tática da mulher  sempre se coincide. Após colocar o remédio e entrar na casa das vítimas, ela coloca o remédio e os deixa sem possibilidade de agir. Além de levar os objetos de valor da casa, ela pega os cartões bancários e tenta conseguir as senhas.

Donata está em paradeiro desconhecido, quem souber  a polícia pede para que entrem em contato pelo 190.

 


Outros casos recentes de crimes cometidos por evangélicos

+ Triângulo Amoroso Acabou Em Morte

Um pastor evangélico e uma missionária de uma igreja evangélica, localizada em Manaus, foram presos suspeitos de matar um dos frequentadores do local. O crime, ocorrido em de março deste ano, teria relação com um triângulo amoroso entre a vítima e duas mulheres. Outro casal suspeito de participar do crime é procurado pela polícia.

De acordo com informações da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Daniel Mariano da Silva, de 30 anos, e Jéssica Azevedo, 24, foram presos no dia 22 de maio em uma casa no bairro Nova Floresta, Zona Norte de Manaus.

Eles foram apresentados à imprensa na manhã desta quarta-feira (20). Durante a coletiva, ambos negaram participação no crime. “Não matei ninguém”, disse Silva.




+ Juliana Salles Esposa Do Pastor Georgeval Alves Também É Presa Por Homicidio

A pastora Juliana Salles também foi presa na madrugada desta quarta-feira (20), no município de Teófilo Otoni, em Minas Gerais. Ela é mãe dos irmãos Joaquim Alves, de 3 anos, e Kauã Salles Burkovsky, de 6 anos, mortos no incêndio em Linhares (ES) e esposa do pastor Geogerval Alves. O casal de pastores  lideravam a Igreja Batista Vida e Paz, instituição não reconhecida pela Convenção Batista Brasileira (CBB).

Na última segunda-feira (18), o juiz André Bijos Dadalto, da 1ª Vara Criminal de Linhares, expediu o mandado de prisão para a pastora  Juliana Salles,  por homicídio qualificado. A ação foi cumprida pela Polícia Civil de Minas Gerais.

Com informações :G1




Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.