Um professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo foi denunciado por racismo, por alunos, após ter feito uma postagem racista nas redes sociais neste sábado (10).

[themoneytizer id=”16458-20″]

 

 

No comentário que destila racismo, o professor diz ter ódio de negros e pardos, além de descrever a alimentação deles como “macabra”.

“Horror de turismo. Odeio pretos e pardos falando muito e comendo de tudo por muito tempo, em bandos, nos hotéis três estrelas de orla de praia! Um café da manhã macabro com tanta algazarra e gulodice. Alguém consegue comer carne de sol logo cedo lotando o prato por 3 vezes? Eles conseguem, todos! Queria ser muito rico e ter o café no meu quarto sempre nu e escutando Mozart”, diz o texto.

Day Mcartthy se torna a mais odiada do mundo após racismo e queimar Bíblia



Segundo o G1, o docente, que deixou transparecer seu racismo deletou a postagem após a repercussão do ocorrido. No entanto, um ‘print’ tirado da postagem acabou viralizando. Agora, movimentos sociais e negros cobram ações do Instituto. A IFSP informou que já está ciente dos fatos.




“Em relação à publicação, em rede social privada, de servidor do Câmpus São Paulo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo, no último fim de semana, o IFSP informa que teve conhecimento, por meio da mídia, do texto divulgado pelo docente”, diz nota da instituição.

Notícias ao Minuto




Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.