A pastora Sarah Sheeva também deu sua   opinião sobre “Vai malandra”  música da cantora Anitta que está bombando na web. O  novo clipe da funkeira com conteúdo apelativo, mostra  mulheres, e até mesmo a protagonista, com vestimentas com medidas a fio de linha.

Sarah Sheeva, filha de Baby do Brasil e Pepeu Gomes, que  já foi cantora, conseguiu ficar famosa somente quando  se declarou evangélica e  por ter criado o “Culto das Princesas”. Na seu perfil no Instagram, a ex-cantora criticou o novo vídeo  de Anitta, onde a única proposta e mostrar o corpo de forma sensual, ´com um biquíni feito de fita isolante. O mesmo ja foi anunciado pela cantora que será peça  principal para suas apresentações de carnaval.




“Não sou malandra, sou princesa. Não sou uma mulher que quer exibir todo meu corpo para todos os homens me cobiçarem, me desejarem sexualmente. Eu sou uma mulher que entendi que meu corpo é exclusivo para o homem que me escolher, que escolher morrer ao meu lado. O homem que vai ser meu marido”, escreveu.

¨ Malandra¨, nova música de Anitta, vale menos que prostituta; diz pastor Assembleiano



Ainda disse em  sua convicção que “Esse corpo que eu tenho, que eu recebi de Deus, esse presente, é só para esse homem, exclusivamente para ele. Não é para todos olharem, não é para todos os olhares, para todos sentirem prazer. Eu sou exclusiva, sou princesa. Não sou malandra, não estou na malandragem, não quero malandragem. Eu quero ser santa, ser exclusiva, ser especial, ser valorosa”.




O clip de “Vai malandra” alcançou já alcançou a marca histórica de 60 milhões de visualizações no Youtube. Dados do Spotify, revelam que  a música está em 20º lugar no ranking de streamings global. Mas chegou a ficar em 18º. Com estes números a funkeira é a primeira brasileira a alcançar esse status, cantando em português. 

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.