Depois das declarações do pastor Silas Malafaia em relação a greve dos caminhoneiros, a popularidade do pastor  e a aceitação, por seguidores e lideranças religiosas despencaram, após algumas infelizes palavras usadas em seus últimos vídeos que passaram a circular nas redes sociais e em seu canal do Youtube.

[themoneytizer id=”16458-1″]

 

Em um dos seus vídeos, Silas Malafaia chega a falar que são ¨ meia dúzia¨ (6) de caminhoneiros que estariam fazendo todo o movimento no Brasil. Num trecho como é da índole do pastor chamar todos de vagabundo e bandidos, o pastor também usa a expressão.




Mediante tais fatos, o advogado David Salomão, um dos defensores dos caminhoneiros grevistas do Estado da Bahia, gravou um vídeo em resposta ao pastor Silas Malafaia que usou suas redes sociais para criticar a greve.

+ Samuel Santos da dupla Daniel e Samuel responde a Silas Malafaia

+ Declaração de Silas Malafaia gera revolta e pastor Jackson manda resposta

+ Pastores estão deixando de apoiar financeiramente Silas Malafaia



Salomão defendeu que os caminhoneiros representam uma classe de trabalhadores importante para a economia do país. “Se Jesus estivesse na Terra, ele estaria do lado de quem?”, questionou.

“Está escrito pastor, defenda o pobre e o órfão, e faça justiça aos aflitos e a quem não tem quem os ajude”, completou o advogado se dirigindo à Malafaia e convidando-o a mudar de lado e ajudar os caminhoneiros a lutar por seus direitos e, por fim, declarou: “Deus vai pegar você, pastor!”

Malafaia diz que caminhoneiros são aproveitadores

A crítica de Malafaia à greve foi pesada, o pastor presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC) disse que os grevistas são “aproveitadores do caos” e sugeriu às autoridades que prendessem os caminhões.

Malafaia também se queixou da falta de infraestrutura no país para escoar as produções por outras vias como a ferroviária. Em outro vídeo, falando sobre o mesmo assunto, o pastor declarou que o problema do Brasil não é o presidente, mas sugeriu que as eleições sejam antecipadas para acabar com a crise atual.




Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.