A prefeitura de Camboriú mais uma vez fez repasse de verbas para custeio de algumas despesas do Congresso dos Gideões que realizará a 36 edição da festa a partir de 21 de Abril. O repasse que foi feito pelo governo municipal fere algumas leis  que separa a igreja e o estado.

[themoneytizer id=”16458-2″]

 

Entre os dias 22 de abril e 1º de maio de 2017, o município de Camboriú, com seus 76 mil habitantes, sediou pelo 35º ano consecutivo o Congresso Internacional de Missões dos Gideões, evento que ajuda a financiar a Igreja Evangélica Assembleia de Deus local, que se mantém, basicamente, de doações. No mesmo ano, o governo do Estado investiu R$ 400 mil no evento, e a prefeitura da cidade, R$ 320 mil, amparados no argumento de que o encontro fomenta o comércio e o turismo na região.

Faltando alguns dias para o inicio do Gideões 2018, a Câmara de Vereadores da cidade de Camboriú-SC, aprovou o Projeto de Lei nº 17/2018, autorizando  até R$320 mil da prefeitura para o Gideões, que será usado para o custeio de despesas diversas.

Existe uma lei que veta  tal união que está no  (Art. 19. É vetado à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios)

Pensou que Samuel Mariano não estaria nos Gideões 2018? Se enganou!




I – estabelecer cultos religiosos ou igrejas, subvencioná-los (Concessão de dinheiro, ou vantagem feita pelo governo), embaraçar-lhes o funcionamento ou manter com eles ou seus representantes relações de dependência ou aliança, ressalvada, na forma da lei, a colaboração de interesse público;

Isto resumidamente se compreende que deve existir uma separação entre a Igreja e o Estado, o chamado “Estado laico”.

Foi feito uma grande manobra política para que todo repasse parecesse legal sem passar pela Assembleia de Deus local ainda que, ela também seja  uma das grandes beneficiadas.



As verbas que foram cedidas ao Gideões 2018 e indiretamente a igreja local, foi feito através da empresa  ¨ Laranja¨, Associação e Movimento Rádio Paz no Vale que é uma das empresas ligadas a Assembléia de Deus.

O Vice-presidente do Gideões pastor Hueslen Santos , chegou a divulgar  o nomes dos  vereadores, indicando que apoiaram votando a favor do repasse das verbas.





Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.