Mundo

Deixaram o negrão pregar e o couro foi de dar dó

Ângelo Galvão mostrou o porque  foi ao Gideões  de 2018 e assim tem sido em todos os lugares que tem deixado o negrão pregar! Fala o que tem falar no famoso bate e assopra.

[themoneytizer id=”16458-1″]

 

O pastor Ângelo Galvão sempre teve  em suas pregações uma chicotada e uma pitada de salmora. E nada melhor para o frio sulista de Camboriú do que umas lambadas para causar um certo formigamento, até que o indivíduo não saiba mais se pula, chora ou assopra. Reul quase teve as três sensações.

O pastor e presidente dos Gideões 2018, que assumiu o seu primeiro congresso em 2017, logo apos a morte do pai em Julho de 2016, para os preparativos do evento deste ano, desde o ano anterior tem corrido atrás de alianças políticas. E em sua ultima ação antes da festa, foi enviar uma comitiva, que entre os tais, estava o pastor e braço direito do pastor Reuel, Henrique Reame ao gabinete do atual candidato a presidência da República Jair Bolsonaro para convida-lo para o evento. Bolsnaro prontamente confirmou presença.

Gideões 2018: Heuel Bernardino chama sites de noticias de vozes extranhas




Em um vídeo que foi espalhado pelas redes sociais, Reuel afirma ser cabo eleitoral do seu cunhado  que é candidato a deputado federal e do candidato Bolsonaro.

O  palco político já estava armado para a presença do candidato a presidência. No entanto, Reuel não contava que deixando o negrão pregar, os planos de transformar a festa dos Gideões de 2018 em um cenário político poderia melar.



Antes de partir pra cima através da Palavra, para desmantelar os planos de Reuel, Ângelo Galvão mandou recado duro aos cantores gospel que querem ser estrelinhas e tem usado o púlpito dos Gideões para se promover.

¨ Nós vamos resgatar a essência de Betel. Betel não é casa de show. Betel não forma artistas, Betel forma Adoradores¨

Dito isso Ângelo partiu para os intentos de Reuel  e  Hueslen, pois o mesmo havia anunciado o que o também candidato Henrique Meirelles estaria no congresso. Nesta corrida eleitoral, o intuito seria de conquistar alguns votos dos evangélicos.

¨ Betel não é palanque político. Betel não forma politiqueiro. Betel forma estadista. Agora nesta época vem um bando deles querer nossos votos, mas  nós não vamos colocar politiqueiro lá, nos vamos colocar gente que Deus levantou¨, afirmou o pregador




Galvão disse ainda que se quiserem fazer política, tem que ir para a rua, pois ali no púlpito dos Gideões era Betel, e como disse anteriormente esse seria o resgate 

Será que depois desta Palavra que veio como chicotadas, Reuel Bernardino ainda permitira que os candidatos que comparecerem façam politicagem nos Gideões?

Dayana Ribeiro da Silva

Dayana Ribeiro Desde menina sempre foi apaixonada por televisão, noveleira assídua desde as tramas alá Maria do Bairro ou intensas como o furacão Carminha. Formada em Publicidade e Propaganda em 2014. Escreve desde que se conhece por gente.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Open chat
Envie seu conteúdo agora!
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do O Buxixo Gospel.