Notícias Gospel

Malafaia patrocina vídeo falando sobre retratação da Forbes

Pastor afirmou ter pago caro por publicação mentirosa

O Pastor Silas Malafaia veio esta semana falar sobre o acordo de retratação que fez com  a Revista Forbes na justiça.Segundo o pastor,ele foi difamado e caluniado pela publicação.A revista publicou que o pastor figurava a lista dos pastores mais ricos do mundo com 150 milhões de patrimônio pessoal.

Malafaia foi a justiça numa guerra contra a Forbes ,que acabou perdendo o processo.Silas conseguiu provar que não era o dono dos 150 milhões e que eles poderiam ser do Macedo ,mas dele ,definitivamente não era.

A revista se retratou publicamente sobre  o erro e Malafaia correu para o youtube para avisar o pessoal que o massacrou,que estavam  enganados.Malafaia ainda pediu que seus seguidores repostassem e compartilhassem o vídeo.Desejoso de ser justificado diante da sociedade que o acusou de ser ladrão com um patrimônio tão grande,Malafaia patrocinou na internet o vídeo falando sobre a retratação da forbes. Com o vídeo patrocinado,o alcance da publicação vai mais longe e chega a mais pessoas que podem deixar de pensar errado acerca do pastor.

Esse desejo de provar sua inocência tem motivo! O próprio Silas Malafaia disse que pagou muito caro por conta do mau caratismo da revista que também disse que Macedo é o mais rico de todos com 1.2 bilhão de patrimônio.Malafaia alegou ter perdido parceiros e doadores de seus projetos sociais que sem ajuda,pesaram no seu bolso.Além disso,o líder da ADVEC sofreu um lixamento virtual e passou a ser chamado de ladrão.

Com tanto prejuízo entende-se porque divulgar sua absolvição não é?

O pastor ainda agradeceu ao seu advogado por ter sido usado por Deus na causa,além de avisar aos outros processados por ele pra se prepararem.Segundo Malafaia,essa foi só a primeira vitória do ano,ele ainda tem muitos outros processos para vencer daqui,até o fim de 2019.Pastor Silas Malafaia é um dos pastores que mais dá e recebe processos na justiça.

Comentários

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo