Brasil

Igreja Mundial é acusada de interromper o tratamento de um menino com problemas especiais

O motivo teria sido uma vingança pela cobrança de alugueis atrasados da igreja.

Um ex-pastor da Igreja Mundial fez uma denúncia à igreja através de um áudio publicado nas redes sociais. De acordo com ele, alguns chefes da igreja, atualmente liderada por Valdomiro Santiago, fizeram com que ele tivesse que interromper um tratamento médico em seu filho.

Marcio Pereira, é ex-pastor instituição e teve que mudar de cidade várias vezes a mando dos líderes da igreja. Na época, seu filho passava por um tratamento médico, pois é portador de necessidades especiais. Até então, isso nunca havia o impedido de pregar e realizar os trabalhos da igreja.

Segundo ele, as coisas começaram a mudar quando seu filho mais velho conseguiu uma vaga de emprego em uma cobradora, que realizava cobranças de alugueis atrasados. Um belo dia, o menino recebeu uma lista dos aluguéis que devia realizar e o nome da igreja estava entre os devedores.

O rapaz então, foi pessoalmente aos pastores da igreja, efetuar a cobrança do aluguel e cumprir o seu trabalho, visto que eles já eram conhecidos.

Ao chegar lá, foi recebido com deboches pelos dirigentes da igreja. Com isso, teve que entrar na justiça para que os valores fossem pagos. Além disso, durante a conversa, o bispo da sede perguntou sobre a saúde do irmão dele em um tom irônico.

Ao chegar em casa, o rapaz contou ao pai sobre o ocorrido e o alertou sobre uma possível vingança por parte da igreja. Não demorou muito para que as palavras do jovem se cumprissem.

” É complicado, quando aconteceu do Bispo nos ligar com o termo de atenção, ameaçando, eu expliquei para ele que eu não estava desobedecendo ordem nenhuma, apenas era questão de consciência, de humanismo. Tinha apenas três meses que eu tinha chegado na cidade de João Neiva. O menino tinha apenas dois meses que tinha começado um tratamento grave na coluna, e o médico já tinha emitido um laudo; pela segunda vez; pedindo pra não interromper dessa vez, pois seria prejudicial. Eu mostrei para ele (Bispo) e mesmo assim ele disse que era problema meu.” Contou o pastor.

“Ele disse que eu ia ser trocado, me jogou pra Sede, pra não sei aonde. E fiquei sem saber o que fazer, e foi ai que tomei a decisão, se eu ficar me sujeitando a esse tipo de pessoas que não tem respeito que não tem consciência com Deus, acima de tudo, nem humana. Eu vou acabar matando meu filho, eu como Pai não posso ficar me sujeitando a uma coisa dessas. Isso já está longe, não tem nada a ver com Deus, isso já é carne, já é humano.”completou.

Comentários

Dayana Ribeiro da Silva

Dayana Ribeiro Desde menina sempre foi apaixonada por televisão, noveleira assídua desde as tramas alá Maria do Bairro ou intensas como o furacão Carminha. Formada em Publicidade e Propaganda em 2014. Escreve desde que se conhece por gente.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Open chat
Envie seu conteúdo e ganhe dinheiro
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do O Buxixo Gospel e ganhe dinheiro.