29 C
Palmas
domingo, 17 janeiro, 2021

Ator famoso revela que interpretar Jesus o ajudou assumir sua homossexualidade.

Saiba Mais

Dayana Ribeiro da Silva
Dayana Ribeiro da Silvahttps://www.obuxixogospel.com.br/
Dayana Ribeiro Desde menina sempre foi apaixonada por televisão, noveleira assídua desde as tramas alá Maria do Bairro ou intensas como o furacão Carminha. Formada em Publicidade e Propaganda em 2014. Escreve desde que se conhece por gente.

Publicado em:

O ator argentino Juan Pablo Di Pace, afirmou em uma palestra que é homossexual, e que tomou a decisão de se assumir como gay ao interpretar o papel de Jesus na série da Record “A bíblia continua”. A palestra ocorreu no United World College, em Maastricht, na Holanda.

- Advertisement -

“De todas as pessoas no mundo que poderiam interpretar esse personagem, eles me escolheram. Então, lá estou eu, carregando a cruz, em pleno Marrocos, olho para o céu e penso: ‘o Senhor poderia me atingir com um raio. Está certo que quer que eu interprete seu filho? Eu?’”, contou o ator.

“Mas eu acabei sendo tomado por um sentimento de amor, aceitação e liberdade, que eu sequer conseguia traduzir em palavras”, afirmou ele, que acredita ter se tratado de uma mensagem de Deus.

Juan Pablo não é o único homossexual que acredita que as praticas homoafetivas sejam bem vistas aos olhos de Deus.

De acordo com o pastor Gregory Rodrigues, um dos fundadores da Igreja Inclusiva Apostólica Benção e Vida, as passagens bíblicas que condenam a homossexualidade são altamente questionáveis.

Ao dar uma entrevista ao jornal O Tempo, ele afirma que os textos se atribuem a um período específico da história que não se aplica aos tempos atuais. “A teologia tem se modificado. As pessoas têm aberto mais o pensamento e visto que aquilo é um conceito histórico. Toda essa pregação (diz que) Deus não aceita a homossexualidade. Onde está escrito que Deus não aceita a homossexualidade?”,questionou o pastor.

Gregory possui 26 anos, é pastor, gay e autor do livro “A Bíblia Fora do Armário”, que aborda uma polêmica  relação entre homossexualidade e cristianismo, é possível sim ser LGBT e cristão. Entretanto, segundo ele, viver dessa maneira tem sido tão simples assim.

“Sempre haverá gente com outras interpretações, defendendo pregações condenatórias, como as que tratam LGBT como pessoas possuídas por demônios ou que precisam ser curadas”, afirmou.

Além disso, segundo ele, gays e lésbicas sempre estiveram presentes em todas as sociedades  Jesus, nunca condenou nenhum deles, pois para o filho de Deus o que realmente importa são as nossas ações.

“Jesus é top, o que estraga é o fã-clube. Ele nunca tratou ninguém com preconceito, ou com desdém. Muito pelo contrário, sempre chamou todo tipo de pessoa para dentro de seu círculo de convivência. Não está na pauta de Jesus com quem eu me deito, mas como eu vivo, se eu amo e respeito a Deus, se eu amparo e ajudo o próximo, o pobre, o necessitado, é isso que importa. O ser sagrado não tem preconceito. Quem tem preconceito é quem prega sobre Ele. Então, não é por isso que nós temos que deixar de ter experiências espirituais maravilhosas, concluiu”.

- Advertisement -

8 COMENTÁRIOS

Subscribe
Notify of
8 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
- Advertisement -

Últimas

- Advertisement -

Veja Mais

- Advertisement -
8
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x