Brasil

moda de humilhar músicos no altar da igreja só cresce entre pregadores

Aconteceu novamente com tecladista.

Parece que agora virou moda os cantores e pregadores evangélicos, expressar ataque de estrelismo no meio das apresentações, quem não se lembra daquela cena bizarra, onde o pregador Samuel Procópio no final do mês de agosto desse ano, em uma cruzada profética no interior da Bahia, humilhou o tecladista que de boa vontade estava lhe servindo.

Se não conseguir chama alguém que saiba! Não, não ta saindo não! Escuta aqui, deixa eu explicar pra você; eu só deixei você fazer o fundo [musical] pra mim, por que nós não ensaiamos nada antes. Eu vim essa semana inteira jejuando, hoje foi minha folga no jejum, por que o negócio tem que ter alto nível. ” Falou o pregador para o tecladista

Disseram nas redes sociais que ele aprendeu com o cantor Thalles Roberto, onde na ocasião no ano de 2015 se identificou como alguém acima da média em sua área profissional.

Agora é a vez da pregadora considerada “ canela de fogo” Camila Barros, atacar em um vídeo no Youtube, onde Camila ministra no início das imagens, ela manda o tecladista parar de tocar porque estaria o som sendo impresso nela, porém o músico continuou a tocar a canção que fazia o fundo musical.

Diferente do tecladista que foi humilhado por Procópio, que rapidamente saiu do palco abandonando o instrumento cabisbaixo.

Não se sabe ao certo a data em que esse vídeo da Pastora Camila Barros foi realizado , porém ele se encontra na plataforma do youtube com o título “depois de Samuel Procópio foi a vez de Camila Barros humilhar tecladista”

Por motivo de direitos autorais, não colocamos o vídeo da pastora Camila nessa matéria.

 

A religiosa está sendo a nova sensação das pregações no estilo pentecostal, daquelas que basicamente, não falam três linhas de palavras sem ao menos rodopiar e proferir várias “línguas estranhas”  como é conhecido um dos credos da linha pentecostal.

Dayana Ribeiro da Silva

Dayana Ribeiro Desde menina sempre foi apaixonada por televisão, noveleira assídua desde as tramas alá Maria do Bairro ou intensas como o furacão Carminha. Formada em Publicidade e Propaganda em 2014. Escreve desde que se conhece por gente.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Open chat
Envie seu conteúdo agora!
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do O Buxixo Gospel.