Brasil

Papa Francisco assina decreto para beatificar menina morta no Brasil.

Símbolo de inocência e castidade.

Embora ainda não seja beata, Benigna é muito venerada na cidade natal como um mártir da pureza e da castidade. No local da morte da jovem foi erguido um monumento com uma cruz, além de uma lápide e um memorial que conserva alguns de seus objetos pessoais.

Ela é considerada a mártir da pureza, por ter morrido ao resistir à investida do assassino. Diversos milagres ocorridos com devotos da menina foram relatados na região do Cariri.

Segundo a diocese do Crato, no Ceará, Benigna começou a ser assediada por um menino aos 12 anos. No dia 24 de outubro de 1941, sabendo que ela buscaria água em um poço perto de casa, o jovem decidiu esperá-la escondido. Ao tentar agarrá-la à força, ele a assassinou com um facão após uma tentativa de defesa de Benigna.

De acordo as informações da diocese do Crato, no estado do Ceará, Benigna iniciou um caso de assédio sofrido por um garoto de 12 anos. Na marcante data do dia 24 de outubro de 1941, o menino soube que ela pegaria água em um poço próximo de sua residência, o assassino optou por esperá-la escondido. Na tentativa de agarrá-la à força, ele a matou com um facão, Benigna tentou se defender e isso fez com o que o jovem, assustado, desse golpes fatais.

 

Dayana Ribeiro da Silva

Dayana Ribeiro Desde menina sempre foi apaixonada por televisão, noveleira assídua desde as tramas alá Maria do Bairro ou intensas como o furacão Carminha. Formada em Publicidade e Propaganda em 2014. Escreve desde que se conhece por gente.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Open chat
Envie seu conteúdo agora!
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do O Buxixo Gospel.