Brasil

Damares dá resposta em Míriam Leitão e denuncia preconceito da jornalista.

"Leia o ECA!", afirmou Damares

Recentemente, a ministra da mulher, dos direitos humanos e da família, Damares Alves, resolveu dar uma resposta nada amigável à jornalista Míriam Leitão, que proferiu um comentário considerado intolerante do ponto de vista religioso.

A jornalista da Globo News havia feito duras críticas ao envio de 100 milhões de reais por parte do governo para ministério da pastora. De acordo com ela, os fins para o uso da verba não haviam sido bem esclarecidos. Além disso, a jornalista afirmou ainda que Damares não atua em temas interessantes de verdade para a sociedade.

Entretanto, essa verba foi arrecadada a partira da operação Lava Jato, que esta fazendo com que o dinheiro roubado volte aos cofres públicos. Com isso, foi decretado pelo governo federal, que parte do montante resgatado pela operação seja direcionado para questões sócio-educativas.

Desta forma, além de inferir que a ministra Damares atua com uma visão retrógrada, Leitão questionou que tipo de ações seriam essas.

Consequentemente, a ministra não deixou por menos e fez um vídeo respondendo a altura. A pastora alegou que o comentário foi extremamente preconceituoso e trouxe a memória da jornalista global que seu ministério é responsável pelas Unidades de Acolhimento, que prestam serviços à sociedade acolhendo menores infratores.

“Pois é senhora jornalista, a senhora não sabe o que é uma medida sócio educativa? A senhora não sabe o que são ações sócio educativas? Procure o ECA! Lá no artigo 112 do ECA está dizendo o que são medidas sócio educativas”, contestou Damares.

“Gente as medidas sócio educativas, elas são direcionadas aos meninos e meninas em conflito com com a lei.
Meninos e meninas que cometeram atos infracionais. Entre as medidas sócio educativas nós temos o sistema meio aberto e temos as unidades de acolhimento”, explicou a Ministra.

“Deixa eu lembrar a senhora, a senhora jornalista lembra das antigas Febens, Fundação Casa… Essas unidades nós chamamos de unidades sócio educativas, onde os meninos são acolhidos para cumprir as suas penalidades.”

 

Comentários

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo