Brasil

Grupo religioso repudia liderança que tem aliança com partidos políticos de esquerda.

Há cogitação de substituição sacerdotal.

Uma certa comunidade católica em Londrina (PR) se organizou para protestar em prol de uma “Igreja sem partido”. Descontentes com dom Geremias Stein Metz o arcebispo da cidade. Então eles fizeram uma campanha negativa e implantaram outdoors espalhados com um pedido que diziam: “Tirem o PT do altar”.

As placas foram adquiridas com verba arrecadado pelos próprios fiéis, que fazem parte do chamado Movimento Brasil Católico.

O grupo também entregou cerca de 6.000 adesivos e recebeu um abaixo assinado que contabilizaram cerca de 3.000 assinaturas de assíduos das paróquias londrinenses que pediram providências sobre as atitudes do arcebispo Geremias e até mesmo sua troca.

“Igreja não é palanque nem lugar para discussão de ideologias”, disse ao site do Uol o idoso José Aparecido Ronchi, 66, um dos organizadores do grupo dos protestantes.

Para o aposentado, dom Geremias tem recebido apoio daqueles são a favor de “causas comunistas” e a soltura do ex-presidente Lula do partido dos trabalhadores, a quem ele se refere como“prisioneiro de Curitiba”.

Entretanto o padre Alexandre Alves, não concordou com os manifestos dos fiéis, e ele acredita que o colega arcebispo não tem envolvimento com o PT.

“Isso é um movimento isolado, de fiéis de algumas paróquias do centro da cidade, da região mais abastada. No meio dos pobres, não se fala disso” acrescentou o padre.

Dayana Ribeiro da Silva

Dayana Ribeiro Desde menina sempre foi apaixonada por televisão, noveleira assídua desde as tramas alá Maria do Bairro ou intensas como o furacão Carminha. Formada em Publicidade e Propaganda em 2014. Escreve desde que se conhece por gente.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Open chat
Envie seu conteúdo agora!
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do O Buxixo Gospel.