Brasil

Familiares do menino Rhuan prestam depoimento a respeito do crime

Crime bárbaro contra criança chocou o país

Familiares do menino Rhuan prestam depoimento a respeito do crime
Familiares do menino Rhuan prestam depoimento a respeito do crime – Foto/Reprodução

Já se passaram mais de quatro meses desde o assassinato do menino Rhuan Maycon (9 anos), que foi esquartejo por sua mãe (Rosana Auri da Silva Candido, 27 anos) e sua companheira (Kacyla Priscyla Santiago Damasceno Pessoa, 28 anos) em um ato de verdadeira covardia. O crime ocorreu no Município de Samambaia, no Distrito Federal em 31 de maio deste mesmo ano. O corpo foi posto em uma mala pelas criminosas e abandonado nos arredores do Município.

Diversos membros da família da criança foram convocados nesta segunda-feira (14), pelo Tribunal de Justiça do Acre, para prestarem depoimento. Entre elas estava o pai da vítima, Maycon da Silva Castro, que fez um pronunciamento a um determinado veículo de informação dizendo: “Para mim sempre será difícil tocar no assunto, mas tive de relembrar tudo de novo. O Ministério queriam saber o motivo de tanto ódio. Eu repeti o que já tinha dito ao delegado: ódio não tem motivo, não existe explicação para uma mãe odiar o próprio filho “, exclamou o pai bastante abalado.

+ Publicação da cantora Ludmila Ferber, deixa evangélicos preocupados

De acordo com Maycon, Rosana começou a apresentar um comportamento agressivo e perturbador logo após conhecer e começar a se envolver com sua atual companheira, Kacyla.Ainda desolado o pai de Rhuan relatou que depois de tal tragédia não consegue realizar coisas que anteriormente fazia, como ir passear com seus filhos, pois a todo momento as lembranças do menino vêm em seu pensamento.

Em projeto encaminhado à Câmara de deputados, entre eles por Eduardo Bolsonaro, foi estabelecido uma nova reformulação na lei vigente. Onde eles defendem a proposta de estender a pena para aqueles que cometeram assassinato. Atualmente, por lei, a reclusão é de 12 a 30 anos. Porém o projeto pretende que essa pena venha ser alargada. Podendo chegar a 50 anos de reclusão. O Projeto receberá o nome de Lei Menino Rhuan, em homenagem a vítima.

Siga o Buxixo Gospel no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Dayana Ribeiro da Silva

Dayana Ribeiro Desde menina sempre foi apaixonada por televisão, noveleira assídua desde as tramas alá Maria do Bairro ou intensas como o furacão Carminha. Formada em Publicidade e Propaganda em 2014. Escreve desde que se conhece por gente.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo