Notícias

Saiba qual é a religião macabra, que espanca e violenta sexualmente seus fiéis

Adolescentes eram submetidos a prazeres da carne para agradar o espírito

Veja a religião macabra, que espanca e violenta sexualmente fiéis

Saiba qual é a religião macabra, que espanca e violenta sexualmente seus fiéis. Várias pessoas que foram ex-integrantes de seita macabra “Jesus Army” relataram que foram vítimas de práticas abusivas de torturas e espancamento e querem ser indenizados.

Essa seita que detém o nome da igreja evangélica batista, deve fechar as portas, mas está diante de uma investigação policial. A Jesus Army se desculpou todo e qualquer “que sofreu danos no passado” e fez um pedido às vítimas que falassem o que aconteceu às autoridades competentes.

Uma dezena de pessoas da igreja  “Jesus Fellowship Church” ( que traduzido é Igreja da Irmandade de Jesus ) – que logo depois de um tempo viria a ser a tão famosa Jesus Army – essas dez pessoas foram condenadas por diversos crimes no âmbito sexual.

Fundada dentro de um presbitério na Inglaterra, no final da década de 60, a “Jesus Army” teve um crescimento rápido, tanto em bens e patrimônio , quanto em quantidade de adeptos. No seu sucesso, tinha um público superior a marca de  2.000 integrantes, e inúmeros deles viviam em centros comunitários na Inglaterra.

A seita oferecia às pessoas sem teto tementes a Deus,  promessas falsas de amor e fé , que revelava as pessoas uma transformação de vida  por meio de uma devoção fidedigna.

Os fiéis  eram sujeitos a uma exaustiva rotina de trabalho e culto. Todo seu recurso  era destinado a um caixa  comum, e tudo era dividido entre eles  “tanto roupas íntimas quanto a fazeres entre parentes”.

Nessa seita as crianças, podiam ser doutrinadas por qualquer adulto, enquanto jovens e novatos eram outorgado a um sacerdote que observasse seu crescimento espiritual. Na chegada da adolescência os meninos e meninas, eram separados dos pais. Esses jovens serviam sexualmente aos líderes, tinham que se submeter a serem vigiados enquanto tomavam banho e quando necessário ou seja quase sempre eram espancados pelos pastores e religiosos , obrigados a serem estuprados em favor do que eles chamavam de obediência.

Comentários

Paulo Sales Dias

Lucas Mendes é um destacado jornalista especializado no mundo gospel, com mais de uma década de experiência em cobrir eventos e notícias desse segmento. Com um profundo conhecimento da música e cultura gospel, Lucas se dedica a trazer as últimas novidades, entrevistas exclusivas e análises aprofundadas do cenário gospel nacional e internacional. Formado em Comunicação Social com foco em Jornalismo, ele possui uma paixão pela história e evolução da música gospel, contribuindo significativamente para a apreciação e compreensão deste gênero musical. Respeitado por sua integridade e abordagem imparcial, Lucas Mendes é uma referência no jornalismo gospel, sempre buscando destacar as diversas vozes e talentos deste vibrante e inspirador segmento.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo