Notícias Gospel

Silas Malafaia ataca militantes do Greenpeace por se recusarem a ajudar a limpar o óleo de praias contaminadas

Tragédia já atingiu boa parte da Costa do Nordeste

Silas Malafaia ataca militantes do Greenpeace por se recusarem a ajudar a limpar o óleo de praias contaminadas
Brasília- DF 25-06-2015 – Audiência pública sobre políticas públicas direcionadas à entidade familiar, abordando pontos do Projeto de Lei nº 6.583/13 – Estatuto da Família. Presidente da Assembleia de Deus Vitoria em Cristo, pastor Silas Malafaia. Foto: Lula Marques/Agência PT

Silas Malafaia ataca militantes do Greenpeace por se recusarem a ajudar a limpar o óleo de praias contaminadas.O Pastor Silas Malafaia criticou o vídeo em que um representante do Greenpeace afirmou que o órgão não poderá ajudar na limpeza do óleo despejado em vários pontos da costa litorânea do nordeste.

A atitude da organização foi interpretada por muitos como má vontade e recusa de colaborar com o governo Bolsonaro.

+ Andressa Urach revela em novo livro, seu romance com líder de facção e abala Pastores

Vídeos também mostram como alguns barcos despejaram o óleo nas praias. Há grande suspeita de que o óleo tenha sido tenha origem na Venezuela.

O Pastor Silas Malafaia se posicionou contra a postura do Greenpeace quanto a uma tragédia ambiental, faltando com a genuína preocupação com a causa ambiental.

Malafaia afirmou que preocupado com a contaminação das praias está a população que deseja aproveitar a natureza  e também os que vivem dela. Os praieiros que vendem às margens da praia só perdem com a interdição das mesmas.

O líder da ADVEC afirmou em seu instagram:

“Hipócritas!

Enquanto o GreenPeace diz que não pode ajudar a remover a mancha de óleo das nossas praias porque lhe falta conhecimento e equipamentos específicos, o cidadão comum, aquele da “masculinidade tóxica,” está lá retirando o óleo com a mão”, criticou o pastor.

Comentários

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo