Brasil

Bolsonaro em relação a decisão de Lula: ‘Quer ficar, fica. É direito dele ficar preso’

Ex-presidente fala que não quer regime semiaberto solicitado pela Lava-Jato

O atual presidente da República, Jair Bolsonaro, mencionou que “não vai tripudiar em cima” do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por ele não aceitar o regime semiaberto solicitado à Justiça através do Ministério Público Federal (MPF). Durante uma entrevista cedida ao jornal “O Estado de S. Paulo” nesta segunda-feira (30/09), Bolsonaro falou que Lula “tem o direito” de não optar por sair da prisão, localizada em Curitiba. “Quer ficar, fica. Não vou interferir. Não vou tripudiar em cima dele. Foi julgado em segunda instância, terceira…”

Bolsonaro contou também que “várias pessoas” não podem inventar a mesma história relativa a acusações de corrupção que pesam contra o petista. “O cara meteu a mão e entregou a amigos dele. Para quê? Projeto de poder. Não deu certo. Graças a Deus, não deu certo”.

Perguntado sobre o veredito do Supremo Tribunal Federal (STF) que pode influenciar sentenças da Lava-Jato, Bolsonaro declarou que não vai se intrometer em nenhum poder. “Eu sou Executivo, não sou Legislativo. A última palavra é deles, do veto”, relatou.

Com a expectativa de que irá conseguir uma decisão favorável no STF nas seguintes semanas, o ex-presidente Lula informou na segunda-feira que rejeitará a progressão para o regime semiaberto, requerida por meio da Lava-Jato para a Justiça.

A defesa dele deve se manifestar a respeito da progressão. Em uma carta escrita à mão pelo ex-presidente em sua cela, e lida por seu advogado, Lula conta que não aceita “barganhas” para sair da cadeia, onde está cumprindo pena por ter cometido corrupção e lavagem de dinheiro desde abril do ano passado, 2018. O petista e seus aliados atuam dentro de uma estratégia de tentar a anulação da sentença, o que o faria ganhar liberdade plena.

Etiquetas
Comentários

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Botão Voltar ao topo
Fechar