23 C
Palmas
quinta-feira, 21 janeiro, 2021

Teólogo protestante é a favor do divórcio entre cristãos

Saiba Mais

Dayana Ribeiro da Silva
Dayana Ribeiro da Silvahttps://www.obuxixogospel.com.br/
Dayana Ribeiro Desde menina sempre foi apaixonada por televisão, noveleira assídua desde as tramas alá Maria do Bairro ou intensas como o furacão Carminha. Formada em Publicidade e Propaganda em 2014. Escreve desde que se conhece por gente.

Publicado em:

Teólogo protestante é a favor do divórcio entre cristãos

O teólogo e líder Calvnista Wayne Grudem, recentemente deu uma entrevista ao site “Cristiaity Today”.Assim, na entrevista, o líder mudou seus conceito quanto ao divórcio em caso de abuso sexual.

- Advertisement -

Até o ano de 2018, Wayne ainda se baseava nos preceitos de haver apenas divórcio em caso de adultério e ou deserção por um incrédulo. Assim, de acordo com o site, ele revisou melhor as escrituras e concluiu que abuso pode ser motivos suficiente para a separação.

Segundo ele, o contato com exemplos reais o fez ver de perto o drama vivido por essas pessoas.

Ele disse na entrevista: “Minha esposa Margaret e eu tomamos conhecimento de alguns exemplos comoventes de coisas como humilhação e degradação sexual severa que continuaram por décadas e outro caso de agressão física que durou décadas”

Ademais, na palestra “Fundamentos do divórcio: por que agora acredito que existem mais de dois” em uma reunião com a Sociedade Teológica Evangélice, ele apresentou seu trabalho. Dessa forma, argumentaram sobre o texto bíblico de 1 Coríntios 7:15.

O texto diz: “Mas se o parceiro incrédulo se separar, que assim seja. Nesses casos, o irmão ou irmã não é escravizado. Deus chamou você para a paz ”

Nesse sentido, Grudem afirmou: “A maioria dos comentários assume que ‘nesses casos’ se refere apenas a casos de deserção de um incrédulo.”

Dessa maneira, analisou o versículo e concluiu que se encaixava nos mais variados contextos. Logo, ele disse: “Esses exemplos me levaram a concluir que em 1 Coríntios. 7:15, a frase “nesses casos” deve ser entendida como incluindo todos os casos que destroem um casamento da mesma forma.”

Contudo, segundo o site, Grudem esclareceu que caso ocorra um caso como esse e o abusador for cristão, deve-se recorrer ao líder da igreja, buscando orientação. Dessa forma, se permanecer o abuso a vítima é livre para pedir o divórcio.

- Advertisement -

78 COMENTÁRIOS

Subscribe
Notify of
78 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
- Advertisement -

Últimas

- Advertisement -

Veja Mais

- Advertisement -
78
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x