Igreja

Casal de evangélicos morre a caminho de oração no monte na BR 277 e deixa filha de 4 meses

O casal Fernando Jaroz Mendes a sua esposa Jéssica Oliveira, ambos com 20 anos, tinham acabado de deixar a igreja quando se envolveram no engavetamento

 

Casal de evangélicos morre a caminho do monte
Casal de Evangélicos morre a caminho do monte para orar

Um casal de evangélico que tinham acabado de deixar uma igreja foram uma das 8 vítimas que morrem no grave acidente por volta das 22h30 de domingo (2), na BR-277, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, no sentido litoral do Paraná.

O casal Fernando Jaroz Mendes a sua esposa Jéssica Oliveira, ambos com 20 anos, tinham acabado de deixar a igreja quando se envolveram no engavetamento. Além deles, a irmã de Jéssica também estava no veículo e morreu no local.

O casal deixou uma filha de apenas 4 meses, que graças a Deus não estava com eles no momento do acidente.

LUTO: ônibus de igreja despenca de serra e mata 6 no Paraná

Segundo o irmão de Fernando, Marcelo Mendes, os três tinham acabado de sair da igreja e seguiam para um monte no qual costumavam fazer orações e envolveram-se no acidente.

“Eles iam para esse morro todo domingo depois da igreja. O morro fica ali perto do pedágio, quase onde aconteceu o acidente”

Esse grave acidente chocou os moradores do Paraná, que fazem a rota entre a Região Metropolitana de Curitiba no sentido litoral do Paraná.

Um áudio vazado mostrou que o motorista do caminhão fica desesperado ao perceber que passou por cima de várias pessoas que estavam na estrada.

“Gente, estou aqui na 277, uma neblina, acho que matei um monte de pessoa. Tinha um trânsito parado, um nevoeiro que não dava pra ver nada. Tem pedaços de pessoas no para-choque da carreta”

Testemunhas disseram que havia uma queimada perto do local atrapalhando a visão de quem dirigia pela estrada.

A informação foi confirmada pelo Corpo de Bombeiro e também pela PRF, que também falou sobre a intensidade da neblina no trecho.

Ainda não se sabe se as queimadas na região são criminosas ou não, mas acidentes como esse de baixa visibilidade não são raros de acontecer pelas estradas brasileiras e por isso todo cuidado é pouco nestes meses do ano onde o tempo fica mais seco.

Dayana Ribeiro da Silva

Dayana Ribeiro Desde menina sempre foi apaixonada por televisão, noveleira assídua desde as tramas alá Maria do Bairro ou intensas como o furacão Carminha. Formada em Publicidade e Propaganda em 2014. Escreve desde que se conhece por gente.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Open chat
Envie seu conteúdo agora!
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do O Buxixo Gospel.