DestaquePolêmicas

Completando 35 anos de carreira, Cláudia Raia faz grandes revelações em seu livro

Claudia Raia

Em uma entrevista pra lá de empolgante para o programam Fantástico deste domingo, a atriz Cláudia Raia, que está completando 35 anos de carreira fez grandes revelações.

Cláudia Raia sempre foi uma artista completa, dançarina, cantora e atriz, a artista falou sobre o mega casamento que contou com 60 padrinhos, com Alexandre Frota, hoje, deputado Federal, e como foi o fim do relacionamento com o ator.

“Na porta da igreja, minha mãe me disse: ‘Minha filha, não se case, esse homem não é para você’. Definitivamente, não era o homem da minha vida. Como pode um casamento dar certo aos 18 anos de idade, ele com 20”, disparou a atriz.

A artista revelou que se separou por causa das muitas traições de Frota durante o casamento e que sempre foi alertada por amigos.

“Nunca traí Alexandre, nunca fiz nada para destruir meu casamento. Ao contrário, sempre acreditei na nossa união e sonhava em reproduzir o modelo dos meus pais, tanto que fiz questão de um véu gigante e uma festa pomposa, exatamente para imitar o casamento de minha mãe, que tinha parado a cidade de Campinas. Eu queria um casamento feliz, amoroso, com filhos, do tipo ‘até que a morte os separe’. Mas Alexandre Frota era um mulherengo compulsivo, e eu estava cansada de ouvir alertas de amigos e amigas sobre suas traições”, conta Claudia em trecho do livro.

Ela ainda comentou sobre seu romance com os apresentadores Fausto Silva e Jô Soares no início da década de 90.

“Rolou isso mesmo, lá em 1990, 1991. Teve todo esse movimento, esse empenho. Teve uma tentativa dele de romance [por parte do Faustão]. Acabou não acontecendo, e acabou virando uma grande amizade e nunca mais nos desgrudamos”, disse.

A artista ainda revela que Jô foi seu primeiro grande amor e que ele foi quem deu o nome a ela de “Cláudia Raia”.

Ele escreveu uma personagem só pra ela , a Sissa Carola e ainda descobriu um câncer no joelho.

“Jô foi meu grande amor. Uma pessoa que tenho enorme respeito e gratidão, e um amor incondicional”, afirmou.

Morre Vanusa, aos 73 anos, de problemas respiratórios.

Cláudia fez campanha para Fernando Collor e diz que pagou por estar ao lado da pessoa errada.

“Fiz campanha para ele, desde quando era deputado. E paguei caro por isso”, desabafou a atriz.

“Eu fui acusada de ter Aids, porque alguém fez uma piada que o Collor ele estava magro, e falavam que eu tinha um relacionamento com ele. Tive que ser capa de revista com meu exame de HIV, coisas impossíveis por causa de estar no momento errado com a pessoa errada.”

E falou sobre seu casamento com o ator Edson Celulare, com quem ficou casada por 17 anos.

Glória Vanique deixa Globo e se une ao time da CNN

“Foi nesse cruzeiro que deu em casamento. Ele trouxe realmente um equilíbrio na minha vida”.

Dayana Ribeiro da Silva

Dayana Ribeiro Desde menina sempre foi apaixonada por televisão, noveleira assídua desde as tramas alá Maria do Bairro ou intensas como o furacão Carminha. Formada em Publicidade e Propaganda em 2014. Escreve desde que se conhece por gente.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo