Notícias Gospel

Glória Vanique deixa Globo e se une ao time da CNN

Demissão de Gloria Vanique logo após jornal surpreende chefia da Globo · Notícias da TV

Mais um jornalista deixa a Rede Globo para trilhar carreira na CNN Brasil.

Após 13 anos de emissora, Glória Vanique deixa a apresentação a Rede Globo para assumir um telejornal em horário nobre na tv CNN.

“Eu estou sempre disposta a desafios. Estou muito feliz com o convite e com todos os projetos que poderemos desenvolver”, disse Glória, comemorando a ida para a nova casa.

Segundo a CNN, ela também apresentará programas no novo serviço de streaming do canal que será lançado no próximo ano. Conforme apuração do  site UOL, Glória assinou o contrato hoje e ainda não tem data de estreia prevista.

 

A emissora seguirá anunciando mais contratações nos próximos dias.

Glória iniciou sua carreira na Rádio Bandeirantes no interior de São Paulo e chegou na Globo em 2007.

Nas redes sociais, ela se despediu da casa em que ficou 13 anos e agradeceu “a cada companheiro” da “madrugada no BDSP”, citando o telejornal em que atuava.

“O nosso mundo do jornalismo é assim, dinâmico. E eu não consigo me acomodar na zona de conforto. Gosto de desafio. Estou me lançando a mais um. Sempre com amor à profissão, ética e respeito aos novos colegas e amigos que farei na CNN e aos que deixo na TV Globo”, escreveu.

Douglas Tavolaro, CEO da CNN,  comemorou a contratação, afirmando que a ex-global é “um talento raro”.

“Ela possui todas as qualidades que queremos para o projeto de crescimento da CNN”, disse.

Time de contratações

Glória segue o mesmo caminho que outro colega de Rede Globo: Márcio Gomes. Nesta segunda-feira (19), a emissora sediada na avenida Paulista anunciou a contratação de um dos principais nomes do jornalismo da Globo para ser um dos rostos do novo projeto de expansão do canal pago.

Márcio já tinha 24 anos de TV Globo e chegou a apresentar todos os telejornais da emissora: “Jornal Nacional”, “Bom Dia Brasil”, as duas edições locais de jornais de São Paulo e Rio de Janeiro, “Jornal Hoje” e “Jornal da Globo”.

Comentários

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo