Brasil

Pastora é obrigada a devolver celular que teria roubado em loja, em pleno culto

Pastora é obrigada a devolver celular que teria roubado em loja, em pleno culto.

Pastora é obrigada a devolver celular que teria roubado em loja, em pleno culto. Uma pastora evangélica estava dirigindo um culto e foi interrompida por um homem e uma mulher dentro de uma reunião da Igreja Deus é Amor.

O nome da pastora e a localidade que ocorreu o fato não são informados no vídeo ,mas é uma situação extremamente  constrangedora para a igreja. O funcionário de uma loja e uma cliente invadem o culto e mostram para a pastora o vídeo onde ela pega um celular deixado por uma cliente.

Com muita zombaria o funcionário pergunta se Deus estaria contente com a situação e mostra a filmagem a pastora que sai imediatamente do recinto religioso e vai ao seu carro pegar o celular para devolver.

+ Samuel Mariano ataca pastora que insinua que ele possa entrar na política

Chama atenção a idade da pastora que já era uma senhora e aparentava ter boas condições financeiras,intrigando ainda mais os internautas sobre o motivo da pastora ter roubado o celular.

A vovó espertinha da fé tentou a todo custo contar sua versão dos fatos,dizendo que achou o celular perdido na loja.Porém,a cliente irritada diz que a filmagem mostrou a pastora mexendo no celular e colocando na bolsa,quando a atitude correta seria devolver para a direção da loja.

Ao som de muito glória a Deus e aleluia ditos de forma irônica pelo funcionário da loja,a pastora acabou sendo envergonhada em frente a toda membresia que acompanhou tudo estarrecida.

Na verdade,o funcionário alegou que sua revolta seria principalmente por ter levado a culpa do furto.E ver a pastora pregar normalmente a noite depois de furtar um celular durante o dia era revoltante pra ele.

Porém,segundo a pastora,ela levou o celular pra casa porque achou quer era o seu próprio que era da mesma cor do que a cliente havia deixado.Muitos internautas acabaram defendendo a pastora por ela não aparentar sinais de mau caratismo.

Eles questionaram o fato da pastora não desligar o celular e aguardar uma ligação para devolver,pois quem rouba desliga a seguir o aparelho.Outros ainda defenderam que tudo não passou de um grande engano.


Comentários

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo