Menina que pintou quadro de Jesus Cristo teve resultado inesperado

Ela recebe inspirações através de seus sonhos

Menina que pintou quadro de Jesus teve resultado inesperado
Menina que pintou quadro de Jesus teve resultado inesperado – Reprodução

A pequena menina que pintou um quadro de Jesus teve um resultado imprevisível. A menina que pintou o quadro de Jesus, surpreende o artista e o torna um dos maiores do mundo. Ocorreu em Illinois, nos EUA, a adolescente Akiane Kramarik, 24 anos, pintora e poetisa, mencionou que viveu uma experiência extraordinária, uma vez que ainda era uma criança com apenas 3 anos de idade. Segundo ela, ela teve inesperadamente visões espirituais e revelações do céu através de sonhos.

Como seus pais não acreditavam em Deus naquela época, eles não aceitavam suas informações, primeiramente porque eram céticos, mas também porque ela tinha apenas 3 anos de idade. Entretanto, a pequena Akiane não desistiu, ela contou seus sonhos com veemência e essas lembranças foram fortalecidas em sua consciência.

Segundo Kramarik, em seus diálogos com Jesus, ele mencionou a ela que ela tinha que contribuir com a população.

Quando a menina tinha 4 anos de idade, ela começou a desenvolver um desenho em lona. Após 2 anos, o trabalho tomou cor e forma, tornando-se uma de suas pinturas de maior sucesso e ressonância, que tomou o nome de “Príncipe do Bem-Estar”, em honra a Jesus Cristo.

O trabalho final havia sido engendrado aos 8 anos de idade, e pode ter tido uma conexão com a experiência de outro bebê, Colton Burpo, que quase morreu aos 4 anos de idade em uma operação de apendicite. Durante toda a operação, ele deixou seu corpo humano físico, alegou ter observado sua mãe chorando profusamente no hospital, e tem estado no alto do céu. Ao retornar, ele confessou a seus pais que havia estado no céu e foi ele quem inspirou o filme “O céu é real”.

Em sua perspectiva, ele assegura que viu o Messias, seres angélicos, e que 2 parentes já estavam mortos, entre eles sua irmã por nascer, que morreu aos 3 meses de gestação, e seu avô, o pai de seu pai.

A semelhança dos dois casos ocorreu quando o pai de Colton estava assistindo na televisão uma reportagem sobre a menina pintora, e eles mostraram a imagem que ela estava desenhando, naquele momento a criança entrou na sala e quando ele viu a imagem, saltou bastante feliz, declarando que aquele homem era o mesmo homem que vivia no céu.

Sair da versão mobile