adoradora
Cantora gospel Daniela Araujo

Cantar música gospel tem sido uma arte que se infiltrou no meio evangélico. Tanto cantores como cantoras gospel tem se rotulado como artistas, deixando longe o atributo que anteriormente seria ” adorador ou adoradora. E parece que cantora gospel Daniela Araujo se cansou de ser uma artista do meio gospel.

Em sua página do facebook, Daniela Araujo surpreendeu os seguidores ao fazer uma postagem bastante incomum. Ela que trilhou os caminhos das drogas, escreveu que quer trazer a tona” a igreja primitiva citada em atos dos apóstolos”.

Visto que o mundo gospel anda a “torto e direita”, a postagem da moça que se internou em uma instância para recuperação de vício químico, veio a calhar.

Segundo a cantora gospel, faz um tempo que Deus a está chamando para voltar a ser adoradora. Ela chamou de “simplicidade”.

” já faz um tempo que Deus está me chamando de volta pra simplicidade. pra me despir de todos os rótulos e voltar a essência”

Daniela Araujo foi casada com o cantor Leonardo Gonçalves. em entrevista ao G1 Promessas, confessou que o divórcio foi doloroso.

Ela assumiu que cantar gospel é arte. Mas que agora quer fazer do sua musicalidade uma oferta com cheiro suave.

“De que vale a minha arte, se Ele não receber a minha oferta? Então, vamos refletir e aprender juntos sobre o verdadeiro significado da adoração. E orar pra que a nossa oferta chegue ao trono de Deus como cheiro suave. Pois mesmo limitados, Ele nos ama”.

Milagre de ressurreição não acontece e causa alvoroço em velório no Alagoas

A postagem de “consciência” de que todos devem adorar, em vez de sererm artistas, também é marketing. Daniela está preparandouma turnê de piano e voz. E segundo ela o “tour piano e voz” já tem tem data marcada para São Paulo, Rio de Janeiro e Brasilia.

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do "O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.