Brasil

Bolsonaro usa seu exemplo de vida e fala sobre trabalho infantil.

"Trabalho dignifica, não interessa a idade", afirmou.

(Brasília – DF, 04/07/2019) Presidente da República, Jair Bolsonaro durante Transmissão da Live para as Redes Sociais.rFoto: Isac Nóbrega/PR

O atual presidente da república Jair Bolsonaro fez uma transmissão ao vivo nesta quinta-feira (3), que tinha como objetivo abordar questões envolvendo a reforma da previdência. Entretanto, a live tomou novos rumos com o surgimento de tema ” trabalho infantil”.

“Olha só, trabalhando com nove, dez anos de idade na fazenda eu não fui prejudicado em nada”, relembrou Bolsonaro.

“Quando um moleque de nove, dez anos vai trabalhar em algum lugar, tá cheio de gente aí ‘trabalho escravo, não sei o quê, trabalho infantil’. Agora, quando tá fumando um paralelepípedo de crack, ninguém fala nada”, ponderou ele.

Entretanto, mesmo com tais afirmações ele acalmou os ânimos da população e afirmou que não pretende interferir nestes assuntos.

“Fiquem tranquilos que eu não vou apresentar nenhum projeto aqui para descriminalizar o trabalho infantil porque eu seria massacrado. Mas quero dizer que eu, meu irmão mais velho, uma irmã minha também, um pouco mais nova, com essa idade, oito, nove, dez, doze anos, trabalhava na fazenda. Trabalho duro” afirmou.

Embora tenha abordado assuntos adjacentes a esfera trabalhista, a votação acerca da nova previdência, marcada para esta quinta feira não foi mencionada.

Ao voltar a falar sobre a época em que era criança, Bolsonaro contou ainda ter aprendido a dirigir aos nove anos de idade e ter tido acesso a armas de fogo, algo que seria inadmissível a um menino dessa idade nos dias atuais.

“Eu aprendi a dirigir, inclusive, em dois tratores da fazenda, com nove anos e dirigindo. Eu arava, inclusive. Irresponsabilidade? Nada, pô. Eu atirei jovem também e não tinha problema nenhum. O velho tinha uma espingarda, eu ia pro meio do mato e metia fogo, atirava sem problema nenhum” comentou o presidente.

Bolsonaro, sempre muito conservador, criticou ainda os tempos atuais e fez um comparativo entre os resultados de criação entre as crianças de hoje em dia e as de antigamente.

“Hoje em dia é tanto direito, tanta proteção que temos uma juventude aí que tem uma parte considerável que não tá na linha certa. O trabalho dignifica o homem e a mulher, não interessa a idade. E naquela época o professor tinha como exercer sua autoridade em sala de aula. Então, ai de você se levasse uma bronca do professor e professora e teu pai ou tua mãe ficasse sabendo. Não era bronca não, o pau cantava. A juventude nossa está aí”, disse ele.

“Saudades daquela época onde você tinha muito mais deveres que direitos. Hoje só se tem direitos, dever quase nenhum e por isso nós afundamos cada vez mais” concluiu..

Dayana Ribeiro da Silva

Dayana Ribeiro Desde menina sempre foi apaixonada por televisão, noveleira assídua desde as tramas alá Maria do Bairro ou intensas como o furacão Carminha. Formada em Publicidade e Propaganda em 2014. Escreve desde que se conhece por gente.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Open chat
Envie seu conteúdo agora!
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do O Buxixo Gospel.