Brasil

Pastor refuta pregações de Deive Leonardo e teve resposta chocante

"Humanismo puro", detona.

Atualmente, há uma polarização no meio evangélico acerca dos costumes cristãos, bem como o estilo das pregações, que variam de acordo com a visão bíblica de cada pregador. Com isso, alguns conflitos tem se intensificado por causa da diferença de ideias que são passadas nas igrejas, que geram cada vez mais discordâncias entre os cristãos.

Um exemplo dessas divergências, foi um artigo recém publicado pelo pastor Renato Varges, onde ele discorre sobre algumas pregações feitas por Deive Leonardo, que de acordo com ele tem trazido para a“igreja valores humanistas, antropocêntricos e absolutamente contrários as Escrituras.”

Segue abaixo na íntegra o artigo do pastor Renato Varges:

“VOCÊ NÃO É O CENTRO DO CORAÇÃO DE DEUS”. UMA REFUTAÇÃO A DEIVE LEONARDO

Qual o seu problema com coaches? Alguém me perguntou. A este eu respondi nenhum, desde que eles desenvolvam seu trabalho no mercado, treinando profissionais, esportistas e outros mais, não vejo problema algum. Meu problema é quando os vejo trazendo para igreja valores humanistas, antropocêntricos e absolutamente contrários as Escrituras.

A prova disso são as falas e preleções que tem acontecido Brasil à fora. Veja o que disse por exemplo Deive Leonardo:

Leonardo é pastor e trabalha com jovens, contudo suas mensagens focam efetivamente em autoajuda. Anteriormente ele já havia dito que “quando se trata de você, você é o ponto fraco de Deus.” Como é que é? Ponto fraco de Deus? Humanismo puro, não é mesmo? Desde quando Deus tem ponto fraco? Ou em que parte das Escrituras encontramos essa ênfase antropocêntrica defendida por ele?

Há pouco, o moço numa de suas palestras, veio a público dizer que do “coração de Jesus você é o centro.” Ora, como assim? Não existe base bíblica para isso. As Escrituras nos mostram que devido ao pecado de Adão, o homem tornou-se mau, depravado e plenamente pecador. (Efésios 2:1-10) Ademais, não encontramos nas Escrituras nada que nos leve a entender que Deus gira em torno do homem. Deus não precisa do homem para ser “feliz”, ele é pleno em si mesmo.

Doutra feita li um artigo de um coach americano dizendo que Deus criou o homem porque se sentia solitário. Que absurdo é esse? Desde quando o Soberano Deus precisa do homem para ser pleno e feliz? Veja bem, o homem não é a glória e a alegria, ou até mesmo a razão de existir de Deus e criatura alguma está no centro do “seu coração”. Isso é humanismo, desprovido de Bíblia e de conceitos básicos de teologia, mesmo porque não existe ninguém mais importante do que o trino Deus.

À luz dessas premissas posso afirmar que o evangelho da autoajuda e o agora o evangelho do coaching, substituem a glória de Deus pela glória do homem, o que é um erro grave.

Infelizmente o que mais se tem ouvido em nossos púlpitos são frases do tipo você vai obter vitória, Você é um vencedor, tome posse da bênção, você é ouro de ofir, você é a pessoa mais importante da face da terra e etc.

A questão é que os“pregadores de autoajuda” além de serem desprovidos de boa teologia pregam aquilo que o povo quer ouvir e não o que precisa ouvir, tirando, portanto, Cristo do centro da mensagem. Na verdade, o foco central das pregações deste tipo de mensagem é a satisfação humana.

Sinto-me profundamente entristecido em ver que homens de Deus têm abandonado a suficiência das Escrituras em detrimento aos ensinamentos humanistas. Ora, sem a menor sombra de dúvidas a Bíblia é fonte inesgotável, incomparável, insubstituível, indispensável, inequívoca, indiscutível de sabedoria. As Escrituras Sagradas contém remédio para a psique. A Santa Palavra de Deus é o nosso maior e melhor manual de aconselhamento e com certeza ela não coloca o homem no centro.

“Pois Dele, por Ele e para Ele são todas as coisas. A ele seja a glória para sempre! Amém.” Romanos 11:36

Pense nisso!

Renato Vargens

Etiquetas
Comentários

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Botão Voltar ao topo
Fechar