Brasil

Os 5 tipos de dízimos praticados na Bíblia que e ensinaram errado nas igrejas

Saiba um pouco mais sobre uma das práticas religiosas mais criticadas do mundo.

Os 5 tipos de dízimos praticados na Bíblia e ensinaram errado nas igrejas. Dízimo é o assunto que mais aflige e divide opiniões nas demais congregações pelo mundo.  Falar sobre dízimo em nossos dias não é uma coisa fácil, pois dependendo da maneira que se interpreta, terá pessoas que serão a favor e outras contra a prática.

Apesar disso, esperamos deixar claras as cinco formas de dizimar que estão presentes na bíblia:

O dízimo de Abraão

Dízimo aparece pela primeira vez em Gênesis 14.20: “E deu-lhe o dízimo de tudo”. Essa ação de Abraão transmite-nos o costume dos povos semitas em seu tempo, os quais oferecerem a décima parte da produção de suas plantações e de seus animais ao Senhor ou a alguma autoridade específica, como ocorreu no caso do Rei de Salém (Gn14.18).

No entanto, antes da Lei de Moisés, Abraão oferecia a Melquesedeque a décima parte de suas colheitas e animais dos despojos de guerra, mas não há explicações claras na Bíblia sobre o porquê do patriarca dar a contribuição.

O dízimo dos levitas

“Aos filhos de Levi dei todos os dízimos em Israel por herança, pelo serviço que prestam serviço da tenda da congregação”, disse Deus (Nm 18.21). Os levitas ou músicos, recebiam essas ofertas como um auxílio consagrado porque não tinham trabalho ou herança, pois se dedicavam totalmente a sua obra.

O dízimo dos dízimos

O dízimo dos dízimos consistia em, retirar uma parte do que os levitas recebiam dos israelitas. Ela era “considerada equivalente à do trigo tirado da eira e do vinho do tanque de prensar uvas” (Nm 18.27, NVI[2]).

Neemias 10.38, nos revela que “o sacerdote, filho de Arão, estaria com os levitas quando os levitas recebessem os dízimos, e que os levitas trariam os dízimos dos dízimos à Casa do nosso Deus, às câmaras da casa do tesouro”.

O dízimo das festas

De acordo com o portal GOSPELPRIME, “Deus havia dado ordem para que, dentre os holocaustos, os sacrifícios, as ofertas alçadas, os votos, as ofertas voluntárias e a entrega dos primogênitos, os israelitas trouxessem ao lugar que Ele escolheria também os dízimos que deveriam ser extraídos dos nove décimos restantes da produção do povo, já que este deveria entregar aos levitas um décimo de suas colheitas, frutas e animais dos rebanhos.”.

O dízimo trienal ou dízimo da caridade

Para entender sobre o quinto tipo de dízimo, podemos nos basear em Deuteronômio 14.28-29:

Ao fim de três anos, tirarás todos os dízimos da tua novidade no mesmo ano e os recolherás nas tuas portas. Então, virá o levita (pois nem parte nem herança temcontigo), e o estrangeiro, e o órfão, e a viúva, que estão dentro das tuas portas, e comerão, e fartar-se-ão, para que o SENHOR, teu Deus, te abençoe em toda a obra das tuas mãos, que fizeres.

Ela era feita de 3 a 3 anos ou “o ano dos dízimos” (Dt26.12), ele não era levado ao tabernáculo, mas sim compartilhada com os pobres daquele tempo.

O dízimo no Novo Testamento

No Novo Testamento não há nenhuma menção sobre o dízimo praticado com uma lei para nós. Mas você pode discorde se baseando em Mateus 23.23:

Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Pois que dais o dízimo da hortelã, do endro e do cominho e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; deveis, porém, fazer essas coisas e não omitir aquelas.

Ou em 2 Co 9.7:

E digo isto: Que o que semeia pouco pouco também ceifará; e o que semeia em abundância em abundância também ceifará. Cada um contribua segundo propôs no seu coração, não com tristeza ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.

Comentários

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo